Auxílio emergencial: Bolsonaro afirma que não haverá nova prorrogação
Reprodução TV Brasil
Auxílio emergencial: Bolsonaro afirma que não haverá nova prorrogação

O presidente Jair Bolsonaro disse, nesta quinta-feira (10), que o governo não vai fazer uma nova prorrogação do auxílio emergencial além dos cinco meses já previstos. Bolsonaro participou de uma transmissão ao vivo nas redes sociais.

"Não vai ter uma nova prorrogação porque o endividamento cresce muito, o Brasil perde muito, perde confiança, juros podem crescer, pode voltar a inflação", disse. 

Segundo o presidente, uma nova prorrogação não é possível porque o endividamento subiria demais.

"Se não trabalhar, não come, não é isso? A gente lamenta, eram três meses, nós prorrogamos para mais dois, cinco meses, e agora acabou. Criamos um outro auxílio emergencial , não mais de R$ 600, mas de R$ 300, não é porque eu quero pagar menos não, é porque o Brasil não tem como se endividar mais", completou.

    Veja Também

      Mostrar mais