Caixa
Gabriel de Paiva/Agência O Globo
Fila para sacar o auxílio emergencial na Caixa Econômica Federal

Cerca de 1,9 milhão de beneficiários do Bolsa Família que têm Números de Identificação Social (NIS) de final 6 recebem a  quinta parcela do auxílio emergencial nesta terça-feira (25). O dinheiro pode ser sacado com o cartão original do programa social.

O valor depositado é de R$ 600 (para a maioria dos contemplados) ou de R$ 1.200 (para mães chefes de família). A retirada pode ser feita em caixas eletrônicos, casas lotéricas e correspondentes Caixa Aqui .

Para a maior parte dos beneficiários, o auxílio emergencial substituiu o benefício original, por ser maior do que o Bolsa Família. A lei que instituiu o auxílio emergencial em abril garantiu a possibilidade de recebimento da quantia mais vantajosa.

Do universo total de beneficiários do programa social , 13,6 milhões de famílias (95,2%) recebem agora a última cota do auxílio, enquanto 661 mil famílias permanecem com o valor regular do programa, por ser maior.

Possibilidade de anúncio de novas parcelas

O governo já admitiu a possibilidade de prorrogar o auxílio emergencial , proposta que deve ser formalizada em breve, durante o anúncio de um grande pacote econômico — o Pró-Brasil. A expectativa é que novas parcelas, no valor de R$ 300, sejam pagas até dezembro.

O pacote deve incluir o Renda Brasil , que pretende unificar os programas sociais do governo federal e substituir o Bolsa Família. O plano — que prevê a retomada econômica no pós-pandemia — deve incluir ainda Contrato Verde Amarelo, com novas regras para tentar estiimular a geração de empregos.

Hoje, a média do benefício pago pelo Bolsa Família é de R$ 191. O Renda Brasil, na projeção fo governo federal, terá uma média de R$ 247. Sua implantação, no entanto, deve resultar no fim do Farmácia Popular, do abono salarial do PIS/Pasep, do seguro-defeso para pescadores e do salário-família.

Entenda o programa social atual

O Bolsa Família hoje atende a população vulnerável. Podem fazer parte do programa todas as famílias com renda de até R$ 89 mensais por pessoa e aquelas em que a renda individual dos integrantes fica entre R$ 89,01 e R$ 178 mensais, desde que tenham crianças ou adolescentes de 0 a 17 anos.

O valor total recebido depende dos benefícios a que a família tem direito dentro do programa. O básico paga R$ 89, e os variáveis de R$ 41 são pagos a até cinco pessoas por família. Há ainda o valor vinculado a cada adolescente, de R$ 48, permitindo até dois pagamentos por família.

No entanto, há casos em que, após os benefícios de direito citados acima serem recebidos, a renda per capita (por pessoa) da família continua abaixo do limite de extrema pobreza. Nesses casos, elas ganham um valor adicional até cumprirem esse requisito. Dessa forma, o Ministério da Cidadania esclarece que a família pode receber mais de R$ 600 do programa social.

Veja o calendário da 5ª parcela

  • NIS de final 1 - 18/08
  • NIS de final 2 - 19/08
  • NIS de final 3 - 20/08
  • NIS de final 4 - 21/08
  • NIS de final 5 - 24/08
  • NIS de final 6 - 25/08
  • NIS de final 7 - 26/08
  • NIS de final 8 - 27/08
  • NIS de final 9 - 28/08
  • NIS de final 0 - 31/08

    Veja Também

      Mostrar mais