Brasil Econômico

lotes de ivermectina apreendidos pela polícia
Divulgação/PRF
Carga irregular de ivermectina foi apreendida


A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu na noite de ontem (30) em torno de 300 mil comprimidos de ivermectina transportadas de maneira irregular. No total, foram 7.320 caixas do medicamento.



Apesar de não ter comprovação científica de eficácia, a ivermectina tem sido apontada como uma remédio capaz de tratar o novo coronavírus. A informação foi dita  até mesmo pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

A carga foi apreendida em trecho da BR-242 de Itaberaba, próximo à Chapada Diamantina, na Bahia. As autoridades deram ordem de parada para o veículos e notaram que o motorista e o passageiro estavam nervosos. Por este motivo, os policiais fizeram uma vistoria no carro e encontraram os remédios.

Durante a revista e comprovação de dados, os policiais notaram que algumas informações não eram condizentes. O documento apresentado pelo motorista indicava que a carga tinha como destino Natal, no Rio Grande do Norte. No entanto, o carro estava em uma rota diferente.

Outro contraponto foi o número de lote e da data de fabricação da ivermectina. As informações eram diferentes na nota fiscal.

Segundo os homens que levavam a carga irregular da droga, o lote foi embarcado na cidade baiana de Barreiras. Eles estavam fazendo vendas fracionadas do remédio enquanto iam para Natal.

O caso será encaminhado ao Juizado Especial Criminal (JECRIM), onde os homens deverão depor. Eles assinaram um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO).

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários