app
Fenae
Suspeitos de fraude estão sendo convocados às agências; outros, apenas com falhas no cadastro, devem fazer procedimento online

Na última terça-feira (21), a Caixa Econômica Federal realizou o  bloqueio de 1,3 milhões de contas poupanças digitais Caixa Tem, em que são depositados benefícios como o auxílio emergencial e o FGTS. Há dois grupos diferentes que foram bloqueados e o procedimento de desbloqueio é distinto para cada um deles.


Os 1,3 milhões de bloqueios aconteceram a pedido do Ministério da Cidadania por suspeitas de fraudes, depois da ação de  hackers que roubaram o auxílio dos beneficiários. Além disso, as suspeitas de recebimento indevido do auxílio têm sido apontadas há meses por órgãos como o  Tribunal de Contas da União.

dois grupos entre as pessoas que tiveram as contas bloqueadas.

1. Uma metade é suspeita de ter praticado fraude para recebimento do auxílio – esses receberão uma mensagem no aplicativo Caixa Tem, mostrando as datas em que são convocados a comparecer às agências da Caixa.

2. A outra parte está com dados inconsistentes e deve ajustar o cadastro no aplicativo Caixa Tem – esses receberão uma mensagem pelo aplicativo oficial Caixa Tem ou WhatsApp oficial da Caixa pedindo os ajustes.

Fique atento e sempre se comunique com a Caixa apenas pelos  canais oficiais.

Saiba como são as mensagens que pessoas com contas bloqueadas estão recebendo pelo aplicativo oficial

1. Suspeitos de fraude – recebem, pelo aplicativo Caixa Tem, um calendário com datas para comparecerem às agências da Caixa:

calendario
Caixa Econômica Federal
Suspeitos de fraude são convocados às agências – recebem, pelo aplicativo Caixa Tem, um calendário com datas para comparecerem às agências da Caixa.








2.
 Beneficiários com falhas cadastrais – recebem, pelo aplicativo Caixa Tem, um link para completar seus dados online:

app
Reprodução Caixa Econômica Federal
Beneficiários com falhas cadastrais – recebem, pelo aplicativo Caixa Tem, um link para completar seus dados online



    Veja Também

      Mostrar mais