Brasil Econômico

auxílio emergencial
Reprodução/Instagram
Hellen Porto Lira é filha do prefeito de Maiquinique e recebeu o auxílio emergencial


A filha do prefeito de Maiquinique (BA) recebeu ao menos duas parcelas do auxílio emergencial de R$600. A jovem estuda medicina em uma faculdade particular de São Paulo e teve o benefício aprovado pelo governo federal, de acordo com o site Uol.


Hellen Lira Porto é filha do prefeito Jesuíno Porto (DEM), e teve uma captura de tela com seu nome no Cadastro Único divulgada. O caso ganhou repercussão e o prefeito divulgou um áudio em defesa da filha. 

"Isso aí não é montagem, realmente é verdade. Hellen fez o cadastro emergencial, recebeu duas parcelas aí. Só que o que ninguém sabe é que, cada vez que ela recebe a parcela, ela me dá o dinheiro e eu doou para uma família carente", declarou Jesuíno. 

Depois, o prefeito mudou a versão e disse que o dinheiro foi devolvido ao governo federal. Ele alega que Hellen não utilizou a quantia em benefício próprio. "Fez apenas para saber se teria ou não direito a receber, e não para usufruir de qualquer valor daquele benefício", disse.

Jesuíno também reconheceu que a doação do dinheiro foi equivocada. "O prefeito de Maiquinique, reconhecendo que sua filha cometeu um ato irregular, tratou de regularizar a situação e por isso pede desculpas a toda a sociedade, bem como a Administração Pública", declarou, em comunicado. "Ao saber que os valores foram liberados e sacados, reconhece que de forma equivocada doou as duas parcelas para pessoas carentes da cidade, e que após consultar o departamento jurídico foi informado que o correto seria fazer a devolução das parcelas recebidas".

    Veja Também

      Mostrar mais