Brasil Econômico

Cerca de 620 mil pessoas, inclusive mortos, receberam auxílio emergencial de R$ 600 do governo federal sem ter direito. A informação é de um levantamento obtido com exclusividade pelo "Fantástico", da Globo

auxílio emergencial Caixa
Divulgação
auxílio emergencial Caixa

De acordo com os dados, relacionados às ações de combate à  Covid-19 , feito pelo Tribunal de Contas da União, caso esses pagamentos indevidos não sejam interrompidos, podem gerar um prejuízo de mais R$ 1 bilhão aos cofres públicos.

O auxílio é destinado apenas para quem está enfrentando dificuldades financeiras durante a pandemia do novo coronavírus (Sars-coV-2), mas o relatório mostra que até milionários conseguiram receber o benefício.

Ao que parece, foram pagos R$ 35,8 bilhões para 50.228.253 milhões de beneficiários. "Nessas irregularidades, tem pessoas que receberam sem ter solicitado, então a irregularidade certamente será resolvida com o chamamento para devolução, e tem aquelas irregularidades que constituem fraudes", explicou a procuradora da República, Zélia Luiza Pierdona, à Globo .

De acordo com o relatório, 235.572 empresários, que não são microempreendedores individuais, receberam o benefício irregularmente. Também foram pagos 15.850 auxílios para pessoas com renda acima do limite estabelecido pelo programa.

Por fim, segundo o TCU, 17.084 mortos sacaram o dinheiro. É o caso do José Carlos Líbano, morto por engano numa chacina há 4 anos, em Gravataí, na Região Metropolitana de Porto Alegre. A viúva allega que não sabe como a fraude no auxílio emergencial foi cometida.

    Veja Também

      Mostrar mais