Moeda própria é emitida em madeira e funciona apenas dentro da cidade de Tonino
Jason Redmond/France Presse
Moeda própria é emitida em madeira e funciona apenas dentro da cidade de Tonino

Com 1.800 habitantes, a cidade de Tenino, nos Estados Unidos, criou sua própria moeda para sobreviver à pandemia de Covid-19. De forma não convencional, as autoridades autorizaram a impressão do dinheiro em placas finas de madeira — a moeda funciona apenas dentro do território da cidade.

"Não há comércio, vendas e as ruas estão mortas. É tudo igual às três da tarde e às três da manhã", conta Wayne Fournier, prefeito da cidade que fica no estado de Washington.

"Estávamos recebendo muitas ligações de empresas nos dizendo que não tinham certeza se poderiam continuar", disse ele à France Presse.

O museu da cidade possui uma impressora dos anos 1890, que foi usado para imprimir US$ 10.000 em retângulos em madeira, cada um com um valor nominal de US$ 25.

A moeda tem uma imagem do presidente George Washington e uma expressão em Latim, que significa: "Está tudo sob controle".

O dinheiro é dado como subsídio aos moradores que, de alguma forma, foram afetados pela pandemia . Cada um pode receber até US$ 300 por mês.

Conhecida como "Dólar Tenino" ou "Dólar Covid", ou ainda "Dólar Wayne", por causa do sobrenome do prefeito, a moeda é aceita em quase todas as empresas da cidade a uma taxa fixa equivalente a quase um dólar. A moeda é válida apenas dentro dos limites de Tenino.

    Veja Também

      Mostrar mais