Brasil Econômico

weintraub
Agência Brasil
Weintraub pode se tornar o diretor-executivo do Banco Mundial

Em meio à pandemia, brasileiros estão proibidos de irem aos Estados Unidos. Mas isso não impediu o ex-ministro da educação, Abraham Weintraub, de fazer a viagem. Isso porque Ministério da Economia enviou uma carta ao  Banco Mundial indicando Weintraub para o cargo de diretor-executivo da insituição.


Esse é o primeiro passo para Weintraub conseguir o cargo. Depois do envio da carta, oito países representados pelo Brasil devem aprovar a indicação.

Segundo o Ministério da Economia, Weintraub não tem uma cópia da carta de indicação. Sobre o ex-ministro – que é alvo de dois inquéritos que tramitam no Supremo Tribunal Federal sobre fake news e ameaças contra ministros do STF e seus familiares –, ainda não se sabe como conseguiu entrar nos EUA em meio à pandemia.

O Ministério da Justiça e da Casa Civil dizem não saber se o ministro entrou nos EUA com alguma documentação governamental. 

Apesar de ter deixado o cargo de ministro da educação na quinta-feira, apenas no sábado o Diário Oficial publicou a exoneração oficial de Weintraub, depois de já ter chegado aos EUA.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários