Brasil Econômico

auxílio emergencial
Divulgação
Há 10,7 milhões de pessoas em análise ao auxílio emergencial

Em coletiva de imprensa nesta quarta-feira (10), a Caixa Econômica Federal divulgou balanço sobre as duas parcelas do auxílio emergencial. Segundo o banco, do total de 107,4 milhões de pedidos, 101,9 milhões foram processados e 59,2 milhões foram aprovados. Em análise estão 10,7 milhões de pessoas.

Leia:
Caixa não responde jornalistas em coletiva de imprensa
Para prorrogar auxílio emergencial, governo deve rever benefícios como o Pis/Pasep: entenda

A Caixa já explicou que os números que divulga se baseiam em pedidos por CPF. Ou seja, a  Caixa conta quantas pessoas pediram o auxílio emergencial. Segundo o banco, a Dataprev faz uma contagem diferente, contabilizando o número de cadastramentos – gerando dados maiores, já que a mesma pessoa pode refazer o pedido diversas vezes.

No balanço divulgado nesta quarta-feira, a Caixa afirma que pagou R$ 76,6 bilhões em auxílio emergencial, entre primeira e segunda parcelas. Sobre o recebimento do auxílio, 700 mil beneficiários do Bolsa Família tiveram o auxílio negado.

Calendário 3ª parcela 

Havia expectativa de que o Ministério da Cidadania divulgasse, através da Caixa, o calendário da 3ª parcela do auxílio emergencial na última segunda-feira (8). Mas isso não aconteceu e o novo cronograma ainda não foi divulgado. O começo dos pagamentos da  terceira parcela do auxílio emergencial devem se iniciar no dia 17 de junho, com saques para o público do Bolsa Família. 

Os cidadãos que quiserem se cadastrar no auxílio emergencial ainda podem fazê-lo pelo aplicativo ou site Caixa Auxílio Emergencial até o dia  3 de julho.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários