Brasil Econômico

Nesta quarta-feira (18), a Bolsa de Valores de São Paulo , B3 , continua em "queda livre" por conta dos impactos do novo coronavírus. Por volta das 15h20, o Ibovespa registrou queda de 14,6% a 63.721,641 pontos. Pela sexta vez em oito dias, os negócios foram paralisados por 30 minutos para tentar conter as quedas.

Banco norte-americano já prevê retração de 1% do PIB brasileiro em 2020

Às 13h18, o " circuit breaker " foi acionado, quando o Ibovespa caía 10,26%, a 66.961 pontos. A bolsa então voltou a operar às 13h53, tendo queda de 10,24%.

Ibovespa
Getty Images
Ibovespa


De acordo com o regulamento da B3 , uma segunda interrupção acontecerá caso o Ibovespa tenha queda acima de 15%. Desta vez, o tempo de suspensão seria de 1 hora sem negociações.

Guedes promete "cupom" de quatro meses para auxiliar 18 milhões de famílias

A última vez que o circuit breaker foi acionado foi na segunda (16), quando o índice caiu 13,92%.

As interrupções também ocorreram nas sessões de:

  • Segunda (09), com o índice fechando em -12,17%;
  • Quarta (11), com fechamento de -7,64%;
  • Quinta (12), quando o índice fechou a -13,91% (Neste dia houveram dois "circuit-breakers";
  • Segunda (16), com o Ibovespa fechando a -13,92%;

Já o dólar comercial está operando em alta de 4,05%, batendo o valor de R$ 5,20 pela primeira vez na história.

    Veja Também

      Mostrar mais