dólar
Pixabay/Reprodução
Dólar atinge R$ 4,60 e Euro R$ 5,15 pela primeira vez desde a criação do Real

O dólar comercial abriu na manhã desta quinta-feira (5) negociado acima de R$ 4,60, em meio ao temor global sobre o agravamento do surto de coronavírus. A moeda chegou a ser negociado por inéditos R$ 4,61. O Euro comercial, também em alta, supera R$ 5,15 pela primeira vez.

Leia também: Bolsonaro diz que PIB de 2020 será melhor 'apesar do problema do coronavírus' 

Às 9h50min, o dólar estava cotado a R$ 4,6071, em alta de 0,48%. O Euro , por sua vez, era vendido a R$ 5,1564 (+1,04%).

Além do agravamento do surto de coronavírus no mundo, a expectativa de que o Banco Central vá reduzir ainda mais a taxa básica de juros da economia brasileira, a Selic, hoje em 4,25% ao ano, menor taxa da história, contribuem para a desvalorização do Real , bem como a divulgação do resultado do Produto Interno Bruto (PIB), soma de todos os bens e serviços produzidos no país, que cresceu apenas 1,1% em 2019, o pior resultado em três anos, desde o fim da recessão.

Leia também: Maia cutuca após pibinho: "Setor privado sozinho não vai resolver os problemas"

Na quarta, para tentar conter a alta da moeda norte-americana, o BC anunciou que faria nesta quinta um leilão de US$ 1 bilhão em contratos de swaps cambiais. O governo, embora já tenha minimizado a alta do dólar , trabalha para controlar a situação.

    Veja Também

      Mostrar mais