O presidente Jair Bolsonaro não se mostrou preocupado no fim da tarde desta quarta-feira com o crescimento de 1,1% do PIB em 2019, divulgado pelo IBGE pela manhã --a menor taxa desde o fim da recessão--, mas disse esperar um resultado melhor em 2020, "apesar do problema do coronavírus ". As declarações foram feitas no retorno ao Palácio da Alvorada.

Congresso decide manter o veto dos R$ 30 bilhões do orçamento impositivo

Na saída, pela manhã, ele evitou comentar a divulgação dos números e usou um humorista fantasiado como ele para se esquivar das perguntas sobre o tema.

"2015, 2016, foi negativo, foi isso? Baixou um pouquinho em relação ao Temer, mas nós estamos com o melhor semestre desde 2013, se eu não me engano... [perguntando a um auxiliar] Trimestre? Não, semestre...", comentou Bolsonaro , depois de cumprimentar cinco apoiadores que o esparavam no local.

Jair Bolsonaro
Antonio Cruz/ Agência Brasil
Jair Bolsonaro


Quando foi instado a explicar porque o resultado foi abaixo da expectativa do governo no início do ano passado, ele respondeu que sempre orienta a colocar "a expectativa o mais baixo possível para não ter esse tipo de pergunta". Em seguida, ele foi questionado se dá para melhorar o PIB em 2020.

"Espero que sim... Apesar do problema do coronavírus, espero que sim", concluiu, dirigindo-se novamente aos apoiadores e depois entrando no carro para entrar na residência oficial.

    Veja Também

      Mostrar mais