chuva e trânsito caótico arrow-options
Fabio Silva/Arquivo pessoal
Terminais rodoviários cancelam partidas em função das chuvas e muitos ônibus não conseguem chegar à rodoviária

Com as chuvas que atingiram a capital de São Paulo entre domingo e a manhã desta segunda-feira (10) e fizeram transbordar os rios Pinheiros e Tietê, quem tentou chegar ou sair da cidade teve problemas. O gerente administrativo  Fábio de Paula Silva, 35, sentiu na pele.

Prejudicados pelas chuvas em SP podem ter isenção do IPTU 2020

 Ele saiu da cidade do Rio de Janeiro às 23h de domingo (9) e  15 horas depois ainda estava dentro do ônibus, parado na marginal Tietê alagada, esperando para chegar ao terminal rodoviário do Tietê. 

"Por volta de 5 horas da manhã (de segunda-feira) o ônibus parou e estamos ilhados até agora (14h) sem previsão de mudar. O motorista até veio descansar junto com os passageiros, porque não tem o que fazer", relata.

Segundo a Socicam, gestora do terminal rodoviário do Tietê, "foram suspensas 364 partidas programadas para sair do Terminal Rodoviário Tietê", informou. Outra região muito afetada pelas chuvas foi a Barra Funda. A administradora Socicam informou que " 134 partidas programadas para partir do Terminal Rodoviário Barra Funda " também foram suspensas.

Funcionário pode faltar em dia de alagamento? Entenda

 A empresa, que também é responsável pelo Terminal do Jabaquara também afirmou por nota a imprensa que "informações sobre remarcação de passagens devem ser checadas diretamente com as empresas de ônibus.

A Socicam não informou se houve impactos no terminal do Jabaquara.

Relato

Fábio conta que desde 5 horas da manhã desta segunda-feira, quando o ônibus interestadual parou, muitos carros tentaram voltar pela contra-mão e acabaram prendendo o trânsito. "As pessoas que tentaram ir a pé, voltaram porque a água está na cintura", conta. 

Comércio prevê prejuízo de R$ 110 milhões com impacto das chuvas em São Paulo

O gerente administrativo foi visitar os pais no Rio de Janeiro no fim de semana e iria trabalhar na segunda-feira em Santos. "Chegaria em São Paulo por volta de 5h30 e pegaria serviço em Santos às 8h", diz.

    Veja Também

      Mostrar mais