Tamanho do texto

Valor de marca da Amazon foi avaliado em US$ 315,5 bi e chegou ao topo após 12 anos de hegemonia da Apple e Google em lista da Brandz e WPP

IstoÉ Dinheiro

Amazon
shutterstock
Amazon cresceu quase US$ 108 bilhões no ano passado


A Amazon superou o Google e a Apple e se tornou a marca mais valiosa do mundo, com US$ 315,5 bilhões, segundo o ranking Top 100 Most Valuable Global 2019, das consultorias Brandz e WPP.

Leia também: Em 2018, aéreas faturaram R$1  bi com cobrança de bagagem e marcação de assentos

A produtora do iPhone vem em segundo lugar, avaliada em US$ 309,5 bilhões, enquanto o império do site de buscas deixou a liderança do ano passado para ficar na terceira colocação, com US$ 309 bilhões.

Essa é a primeira vez em 12 anos que o Google ou Apple não aparecem no topo da lista. Segundo a Brandz, a Amazon ultrapassou as duas ao valorizar 54% em relação ao seu valor de marca do ano passado com uma estratégia de variação de serviços.

“O fenomenal crescimento de valor de marca da Amazon de quase US$ 108 bilhões no ano passado demonstra como as marcas estão menos ancoradas em categorias e regiões individuais”, afirmou a chefe-global da Brandz, Doreen Wang.

A lista é composta apenas por empresas com capital aberto ou que divulgam seus relatórios de lucros periodicamente. Os organizadores fazem um cruzamento da análise de especialistas de mercado com entrevista com 3 milhões de pessoas em todo o mundo.

Das dez companhias mais bem avaliadas, oito são do segmento tecnológico, como a Microsoft, na quarta colocação e as chinesas Alibaba (7ª) e Tencent (8ª). Destoam do grupo as marcas da Visa (5ª) e McDonald’s (9ª).

O presidente da Brandz, David Roth, afirmou que as companhias que se destacaram foram as que apresentaram formatos inovadores e diferenciados. “As marcas precisam entender o valor que esse tipo de modelo pode criar e abraçar sua abordagem para ter sucesso no futuro”, disse.

Locais: Brasil Pharma, dona da Farmais, tem falência decretada pela Justiça

As 10 marcas mais valiosas do mundo em 2019

  1. Amazon – US$ 315,5 bilhões
  2. Apple – US$ 309,5 bilhões
  3. Google – US$ 309 bilhões
  4. Microsoft – US$ 251,2 bilhões
  5. Visa – US$ 177,9 bilhões
  6. Facebook – US$ 159 bilhões
  7. Alibaba – US$ 131,2 bilhões
  8. Tencent – US$ 130,9 bilhões
  9. McDonald’s – US$ 130,4 bilhões
  10. AT & T – US$ 108,4 bilhões