Marcos Corrêa/PR - 17.05.19
"Em três ou quatro meses a reforma da Previdência será aprovada e as expectativas vão se reverter", projetou Guedes

Durante o Encontro Nacional da Indústria da Construção, no Rio de Janeiro, o ministro da Economia, Paulo Guedes, disse que não está preocupado com a  revisão para baixo das expectativas de crescimento do PIB (Produto Interno Bruto). Segundo Guedes, “isso é som de batalha. É tiro para cá e para lá”.

O ministro ainda disse que ninguém deve se preocupar com a queda do Ibovespa  e o avanço do dólar porque há uma dinâmica muito mais forte, construtiva e positiva. "Os poderes estão alinhados e é a primeira vez que vejo Congresso e Executivo falando a mesma língua do ponto de vista econômico. É um processo saudável e construtivo. Em três ou quatro meses a reforma da Previdência será aprovada e as expectativas vão se reverter", projetou.

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM), que também estava presente no evento, afirmou que nunca houve dúvida sobre a posição dos parlamentares na reforma da Previdência e que as projeções para o PIB não caíram por causa disso.

Leia também: Governo aprova programa de desligamento de empregados de sete estatais

"A projeção caiu por outras questões e é isso que me preocupa. O brasileiro, o simples, não o que aplica o dinheiro no mercado financeiro, mas a base da sociedade... Essa base vive uma crise, uma recessão real há cinco anos", lembrou. "Estamos caminhando para o aumento do desemprego , da pobreza e voltamos a ter fome nesse País. Todos os poderes têm que pensar em políticas de curto prazo", disse Maia em resposta ao ministro.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários