Brasil Econômico

Mãos segurando dinheiro
Marcello Casal Jr/Agência Brasil
Iniciativa é uma parceria da Febraban com o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e o Tribunal de Justiça (TJ-RJ)


A Federação Brasileira de Bancos (Febraban) vai promover, entre os dias 6 e 10 de maio, um mutirão presencial para agilizar o pagamentos dos valores devidos aos poupadores do Rio de Janeiro que entraram na Justiça para reaver as diferenças de correção da poupança dos planos Bresser, Verão e Collor 2.

Leia também: Gilmar libera pagamentos de perdas do Plano Collor; acordo pode ser vantajoso

A ação, que deve beneficiar mais de 1.500 pessoas, é uma parceria da Febraban com o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e o Tribunal de Justiça (TJ-RJ). Os bancos Bradesco e Itaú Unibanco também participarão da iniciativa.

As instituições levantaram os casos em que há a documentação completa das contas dos poupadores e estão entrando em contato com os clientes para convidá-los a participar do mutirão. O Tribunal de Justiça do Rio informará os advogados dos poupadores sobre a data das sessões de conciliação por meio do Diário Oficial do Estado.

“É importante esclarecer que apenas os clientes procurados pelos bancos podem participar do mutirão”, declarou Antonio Negrão, diretor jurídico da Febraban: “Após receber o contato da instituição financeira, o poupador precisará comparecer no dia, hora e local combinados para fechar o acordo, acompanhado de seu advogado.”

O poupador deverá comparecer ao local do mutirão com um documento original de identificação com foto, e o advogado deverá levar a carteira da OAB original e uma cópia de procuração com poderes para negociar, receber e dar quitação, comprovadamente juntada aos autos. Em caso de poupador falecido, deverá ser apresentada a cópia da certidão de óbito, a cópia da procuração de todos os herdeiros e a cópia da petição de regularização do polo ativo na ação do poupador.

Leia também: Avianca demite 30% de seus funcionários no aeroporto de Guarulhos

De outubro do ano passado, quando começou a ação, até março deste ano, a Febraban fechou 8.805 acordos. Uma plataforma digital (clique aqui) ainda é o principal caminho para a adesão ao acordo referente aos planos econômicos.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários