Tamanho do texto

No período, patrimônio líquido do banco ainda registrou crescimento de 9,7% ante 2017; volume da carteira de crédito chegou a R$ 531,6 bilhões

No quarto trimestre de 2018, o Bradesco de Octavio Lazari Junior registrou lucro líquido de mais de R$ 5 bilhões
Divulgação
No quarto trimestre de 2018, o Bradesco de Octavio Lazari Junior registrou lucro líquido de mais de R$ 5 bilhões

Em 2018, o lucro líquido do Bradesco chegou a R$ 19,085 bilhões, número 30,19% maior do que o registrado em todo o ano anterior (R$ 15,659 bilhões). Só no quarto trimestre do ano passado, o saldo positivo registrado foi de R$ 5,080 bilhões, uma alta de 1,4% em relação aos três meses anteriores.

Leia também: Caixa estuda vender loterias, cartões e outros ativos, diz presidente do banco

Os resultados do lucro líquido recorrente, por sua vez, que desconsidera operações que ocorrem raramente e não se referem às atividades do banco, também foram positivos: R$ 21,564 bilhões no acumulado de 2018 (alta de 19,9%) e R$ 5,830 bilhões no quarto trimestre de 2018 (6,6%).  Os números foram divulgados pelo próprio  Bradesco nesta quinta-feira (31).

O banco também divulgou seu patrimônio líquido, um indicador de sua lucratividade, que subiu 9,7% no ano passado frente a 2017 e 4,7% no quarto trimestre em relação ao terceiro. No mesmo período, o índice de inadimplência acima de 90 dias caiu 0,12 ponto percentual, chegando a 3,51%. No fim de 2017, a taxa era de 4,70%.

Leia também: Paulo Guedes estuda reduzir impostos sobre empresas de 34% para 15%

Em 2018, ainda, a provisão para perdas com crédito teve uma queda expressiva de 31,80% em relação ao ano anterior. A carteira de crédito , impulsionada principalmente pelas linhas voltadas a pessoas físicas, chegou a R$ 531,615 bilhões no ano passado, cifra 7,8% maior do que a registrada em 2017. Para este ano, o banco prevê um crescimento ainda maior, entre 9% e 13%. 

Concorrentes

O lucro líquido do Santander Brasil, do presidente Sergio Rial, cresceu 52% frente a 2017 e passou de R$ 12 bilhões
Divulgação
O lucro líquido do Santander Brasil, do presidente Sergio Rial, cresceu 52% frente a 2017 e passou de R$ 12 bilhões

Ontem (30), foi a vez do Santander Brasil divulgar seus resultados de 2018. No período, o banco teve crescimento de 52% no lucro líquido, que chegou a R$ 12,166 bilhões. Em 2017, a título de comparação, o resultado positivo foi de R$ 7,997 bilhão. O lucro líquido recorrente subiu 24,6%, alcançando R$ 12,398 bilhões.

Leia também: Lucro do Santander Brasil cresce 52% e passa de R$ 12 bilhões em 2018

Assim como o  Bradesco , o Santander também divulgou os resultados trimestrais. Nos três meses encerrados em dezembro, o lucro do banco foi de R$ 3,336 bilhões, 9,8% maior do que o registrado no trimestre anterior (R$ 3,039 bilhões). O saldo positivo foi influenciado pelas receitas com tarifas e pelo desempenho da carteira de crédito, que arrecadou R$ 305,2 bilhões em 2018, uma alta de 12% em relação a 2017.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas