Tamanho do texto

Estimativa do Ministério do Trabalho calcula que serão R$ 1,3 bilhão em pagamentos; sexto lote é destinado a trabalhadores nascidos em novembro

Pagamentos do abono salarial para nascidos em dezembro começa nesta quinta-feira (13)
Reprodução
Pagamentos do abono salarial para nascidos em dezembro começa nesta quinta-feira (13)


O sexto lote do abono salarial do Programa de Integração Social (PIS) começa a ser pago nesta quinta-feira (13). Neste lote, os valores serão destinados aos trabalhadores da iniciativa privada nascidos em dezembro, que estejam cadastrados no programa. 

Leia também: Copom mantém Selic em 6,5% ao ano na última reunião de 2018 

De acordo com o Ministério do Trabalho, cerca de 1,7 milhão de trabalhadores poderão sacar o abono salarial , que devem receber, ao todo, R$1,3 bilhão.  

O pagamento é feito nas agências da Caixa Econômica Federal . Para o clientes do banco, os valores começaram a ser depositados na terça-feira (11) e o dinheiro já está disponível na conta. 

O prazo final para sacar o benefício é  em 28 de junho de 2019 e serve para todos os trabalhadores favorecidos pelo programa. Quem perde o prazo de saque do abono deve ficar sem o dinheiro, que vai para o Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT).

Leia também: Projeto de reforma tributária que unifica dez impostos avança na Câmara

Quem pode receber o abono salarial?

Saques do abono salarial do PIS devem ser feitos na Caixa Econômica Federal
Arquivo/Agência Brasil
Saques do abono salarial do PIS devem ser feitos na Caixa Econômica Federal



O valor do abono salarial varia de R$ 80 a R$ 954, de acordo com o tempo trabalhado no ano passado. Assim, quem esteve empregado o ano todo recebe o valor cheio, equivalente a um salário mínimo (R$ 954). Quem trabalhou por apenas 30 dias recebe o valor mínimo, que é de um doze avos do salário mínimo (R$ 79,5), e assim sucessivamente.

Têm direito ao pagamento os trabalhadores inscritos no PIS há pelo menos cinco anos, que tenham trabalhado formalmente por pelo menos 30 dias naquele ano. Também é preciso que a remuneração mensal média no tempo trabalhado tenha sido de até dois salários mínimos e que os dados do funcionário tenham sido fornecidos corretamente pelo empregador à Relação Anual de Informações Sociais (Rais).

Leia também: Temer diz que PIB chegaria a 3,5% no ano, não fosse a greve dos caminhoneiros

 Esse é o último lote do abono salarial do PIS disponibilizado em 2018. Para os servidores públicos, que são inscritos no Pasep (Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público), não haverá mais saques neste ano.

*Com informações da Agência Brasil

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.