Tamanho do texto

Reajuste foi anunciado hoje e vale para tarifas nacionais e internacionais; ontem (8), general indicado por Kassab assumiu a presidência da estatal

Correios passam a cobrar 5,99% a mais em alguns serviços
Divulgação
Correios passam a cobrar 5,99% a mais em alguns serviços


As tarifas postais de alguns serviços dos Correios passaram a custar mais caro a partir desta sexta-feira (9). A decisão foi publicada hoje pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), responsável pela estatal, no Diário Oficial da União.

Leia também: Com queda no número de roubos, Correios suspendem taxa extra cobrada no Rio 

O reajuste nas tarifas tanto nacionais quanto internacionais é de 5,99%. De acordo com os Correios , os valores foram aumentados para compensar a inflação acumulada no período de fevereiro de 2017 a setembro de 2018. Para fazer o cálculo da atualização de preços, o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (IPCA), que mede a inflação oficial do Brasil, foi usado como referência.

Entre os serviços que sofreram alterações em seus preços, estão a carta comercial, que          agora sai por R$ 1,95 contra o R$ 1,85 cobrado anteriormente; a carta não comercial e o cartão postal ficaram em R$ 1,30, mas custavam R$ 1,25 antes do reajuste, e o telegrama nacional escrito pela internet, que passará de R$ 7,69 para R$ 8,15 por página feita.

Outros tipos de telegrama, como o fonado e o feito em agência agora custam R$ 9,84, e R$ 11,81, respectivamente.

O reajuste , no entanto, não abrange setores onde há concorrência com outras empresas. Por isso, o aumento nas tarifas não vale para os serviços de encomendas, como o PAC e o Sedex, e nem para fins de marketing direto, de acordo com a estatal.

Em agosto, os Correios começaram a cobrar R$ 15 de despacho postal a todas as encomendas internacionais que chegarem ao Brasil. A medida foi tomada após o aumento das importações, quando a estatal informou que era preciso injetar mais recursos na operação para “manter o padrão do serviço”.

Correios tem novo presidente

O general Juarez Aparecido de Paula e Cunha é o novo presidente dos Correios
MARCELO CAMARGO/AGÊNCIA BRASIL
O general Juarez Aparecido de Paula e Cunha é o novo presidente dos Correios


No último sábado (3), o presidente do PSD e atual ministro de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab, anunciou a troca do presidente da estatal . Segundo o ministro, a decisão foi tomada para tornar a transição entre o atual governo de Michel Temer (MDB) para o próximo, do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL), mais fácil.

O cargo de presidente dos Correios passou a ser ocupado, na quinta-feira (8), pelo general Juarez Aparecido de Paula e Cunha, no lugar de Carlos Roberto Fortner. Antes, o general presidia o conselho de administração dos Correios.

Agora, Fortner, ocupará uma diretoria dentro dos Correios , onde exercerá a função até o fim deste ano. Ao término de 2018, Fortner deixará a empresa.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.