Tamanho do texto

Segundo o BC, R$ 196.968 bilhões foram sacados enquanto R$ 194.435 foram depositados; esse é o primeiro resultado negativo desde fevereiro

Em outubro, número de saques na poupança superou o número de depósitos
shutterstock
Em outubro, número de saques na poupança superou o número de depósitos


Em outubro, os brasileiros retiraram mais dinheiro de suas poupanças do que guardaram. É o que aponta o Relatório de Poupança do Banco Central (BC), divulgado nesta quarta-feira (7).

Leia também: Brasileiros já pagaram mais de R$ 2 trilhões em impostos neste ano 

De acordo com os dados, R$ 196.968 bilhões foram sacados das cadernetas de poupança ao longo do mês passado, enquanto R$ 194.435 foram depositados. A retirada líquida, portanto, foi de R$ 2.532 bilhões.

Esse é o primeiro resultado negativo dentro dos últimos oito meses. Desde o começo do ano, em fevereiro, o número de saques não era superior ao número de depósitos.

Mesmo com o maior número de retiradas em outubro, o volume ou saldo total da poupança registrou aumento. Esse volume é medido, além de pelas quantidades que foram sacadas e pelos valores depositados, também pelo acréscimo dos rendimentos que essas poupanças produzem nas contas dos poupadores .

Leia também: Atraso nas contas é causa de ansiedade para mais da metade dos inadimplentes 

Em outubro deste ano, o valor de todos os rendimentos foi de R$ 2.950 bilhões. Assim, ao final do mês, o volume total da poupança somou R$ 776.192 bilhões.

Em setembro, o saldo da poupança estava em R$ 775,774 bilhões, com R$ 194,435 bilhões em novos depósitos  e R$ 196.968 bilhões em retiradas de dinheiro.

Ainda segundo o relatório do Banco Central, apesar do resultado negativo de outubro, no acumulado dos dez primeiros meses de 2018 os números são bons e apresentam uma superação de R$ 22.968 bilhões dos depósitos em relação aos saques.

Como calcular os rendimentos da poupança

Atualmente, rendimentos da poupança são menores devido a taxa Selic, que está em 6,5% ao ano
shutterstock
Atualmente, rendimentos da poupança são menores devido a taxa Selic, que está em 6,5% ao ano


O rendimento da poupança é calculado pela soma da Taxa Referencial (TR), definida pelo Banco Central, mais 0,5% ao mês sempre que a taxa básica de juros (Selic) está acima de 8,5% ao ano. Se a taca Selic estiver abaixo desse índice, há corte no rendimento da poupança, que fica limitada a 70% da Selic mais a TR.

Leia também: Um em cada três usuários de cartões de crédito nem sabe o valor de sua fatura 

Atualmente, a Selic está em 6,5% ao ano e, por isso, a poupança está rendendo menos. Os poupadores estão recebendo rendimentos de 4,55% da taxa Selic (70% dela) mais a Taxa Referencial.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.