Tamanho do texto

Segundo estudo, 92% dos passageiros entrevistados avaliam terminais como "bons" ou "muito bons"; levantamento analisa 15 aeroportos brasileiros

A satisfação de passageiros com aeroportos cresceu na comparação com doze meses atrás. Segundo pesquisa divulgada nesta quarta-feira (18) pelo Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil, 92% dos consumidores consideram os terminais aeroviários  "bons" ou "muito bons", com índice médio de satisfação geral de 4,38, numa escala de 1 a 5. O resultado é o mesmo obtido no trimeste anterior, mas 3,3% maior do que o obtido no mesmo período de 2016.

Leia também: Pagamento de multas poderão ser parceladas e pagas com cartão de crédito

No ranking dos aeroportos , Viracopos, em Campinas (SP), foi o mais bem avaliado, recebendo nota 4,78. Em seguida, aparecem os terminais Afonso Pena, em Curitiba (PR), com média de 4,74, e de Natal (RN), com nota 4,53. Completam a relação dos cinco terminais mais bem avaliados, os aeroportos de Confins (MG) e Guarulhos (SP), ambos com nota de 4,49. De acordo com a pesquisa, apenas um terminal ficou abaixo da meta de nota 4 estipulada pela Comissão Nacional de Autoridades Aeroportuárias (Conaero).

Aeroportos de Viracopos, em Campinas (SP), Afonso Pena, em Curitiba (PR), e Natal (RN) tiveram as melhores avaliações
José Cruz/Agência Brasil
Aeroportos de Viracopos, em Campinas (SP), Afonso Pena, em Curitiba (PR), e Natal (RN) tiveram as melhores avaliações

Leia também: Fiscais fazem paralisação contra mudanças na lei de combate ao trabalho escravo

O Aeroporto Internacional Luís Eduardo Magalhães, em Salvador (BA), recebeu nota 3,95. Apesar da avaliação, o terminal baiano apresentou melhoria de 2,1% na comparação com o mesmo período do ano passado. Para chegar às notas, o levantamento analisa três categorias de terminais, de acordo com o número de passageiros transportados: até 5 milhões por ano; entre 5 milhões e 15 milhões ao ano; e acima de 15 milhões ao ano.

Ao todo, foram entrevistadas 13.649 pessoas, sendo 8.743 passageiros de voos domésticos e 4.906 de voos internacionais. A maioria dos consultados (58%) afirma viajar a negócio. Outros 30% apontam lazer como o motivo da viagem. Passageiros que aliam negócio e lazer respondem por 9% do total. Segundo a pesquisa, o transporte privado é usado por 44,5% dos entrevistados para acessar os terminais. Em seguida, estão táxis (22,3%) e veículos intermediados por aplicativos (14,6%).

Avaliação das companhias aéreas

Em relação às companhias aéreas, a Latam aparece com o melhor resultado no que se refere ao "tempo médio de restituição da primeira bagagem", com 9 minutos e 33 segundos. A Gol, por sua vez, teve o melhor tempo na "restituição da última bagagem", 8 minutos e 3 segundos. A Azul atingiu os melhores indicadores em "tempo médio de espera na fila para embarque doméstico" (10 minutos e 1 segundo) e "espera na filha de check-in balcão" (7 minutos e 28 segundos).

Leia também: Cenário econômico positivo faz ACSP revisar crescimento do varejo este ano

A pesquisa analisa a satisfação de passageiros nos 15 principais terminais do país. A partir de novembro, Belém (PA), Maceió (AL), Goiânia (GO), Vitória (ES) e Florianópolis (SC) passarão a integrar o estudo. "Nosso relatório mostra que temos 14 dos 15 aeroportos sendo bem avaliados pelos passageiros. Agora, queremos ampliar esse escopo e ver como anda os demais terminais brasileiros em relação à gestão e a entrega dos serviços", disse o secretário nacional de Aviação Civil, Dario Lopes.

* Com informações da Agência Brasil.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas