Tamanho do texto

Procon autuou as lojas da Gol e Loucos por Churros, sendo ambas pelo mesmo motivo, que foi a falta de autenticação no Livro de Reclamações

Procon Estadual realizou fiscalização no Rock in Rio nesta sexta-feira (15)
Divulgação/Procon-RJ
Procon Estadual realizou fiscalização no Rock in Rio nesta sexta-feira (15)

Nesta sexta-feira (15), o Procon esteve na Cidade do Rock para realizar a Operação Tremendão, com o objetivo de fiscalizar a organização do Rock in Rio e as lojas instaladas na área do festival. Foram vistoriados 28 estabelecimentos e dois deles foram autuados. As notificações aconteceram nas lojas da Gol e Loucos por Churros, ambas pelo mesmo motivo, que foi a falta de autenticação no Livro de Reclamações.

Leia também: Divulgação do calendário do saque do PIS/Pasep para idosos é adiado

As 26 lojas do Rock in Rio nas quais não foram encontradas irregularidades foram: Bob's (quatro unidades) Leader, Habib's (duas unidades), Salamitos, Prezunic, Upgrade bar, Espetto Carioca, Heineken, Batata no Cone, Meu Boteco Beer e Co., Maybelline, Pipoca Cinemark, Domino's, Habib's Sorvetes, Pastel Carioca, Furgoneta, Ornelos, Fiever, Famiglia Rivitti (duas unidades), Ragazzo e Casa das Natas. A operação tem este nome como referência ao cantor Erasmo Carlos, conhecido como Tremendão, que se apresentou na primeira edição do evento, em 1985.

Leia também: MEI: adesão ao parcelamento de débitos em 120 meses termina em outubro

Quem tiver problemas relacionados ao festival, seja com o evento em si ou com alguma empresa que fornecer produtos e serviços dentro do festival, pode abrir reclamações no Procon Estadual. Os caminhos para isso são o site , o aplicativo Meu Procon-RJ (gratuito para smartphones com Android) ou um dos postos de atendimento do Procon Estadual.

Proteste

Outra entidade que se manifestou em relação ao Rock inRio foi a Proteste – Associação de Consumidores, que indicou alguns pontos aos quais os visitantes devem ficar atentos. A associação explicou, por exemplo, que a sinalização sobre entrada das arenas, praça de alimentação, sanitários e demais áreas destinadas a prestação de serviços devem estar evidentes ao público durante o dia e iluminadas durante a noite.

Leia também: Veja sete eventos sobre startups que acontecem em São Paulo até novembro

Além disso, de acordo com a Proteste, escadas, corrimãos ou apoios devem estar bem seguros, sinalizados e bem fixados. Os banheiros devem ser instalados em quantidade suficiente para o número de frequentadores. Em caso de filas extensas ou qualquer outra irregularidade , o consumidor deve procurar a organização do Rock in Rio e formalizar uma reclamação.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas