Tamanho do texto

Em prévia, setor industrial apresentou alta de 1,5 pontos em relação ao mês de julho; resultado final da pesquisa será divulgado na próxima terça-feira

O setor industrial se mostrou mais otimista com a economia pelo segundo mês seguido. De acordo com a prévia divulgada nesta terça-feira (22) pelo Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (Ibre/FGV), o Índice de Confiança da Indústria apresentou alta de 1,5 ponto em relação aos 92,3 pontos registrados em julho. Somadas, as altas registradas em julho – de 1,3 ponto – e agosto recuperariam totalmente a queda de 2,8 pontos observada em junho.

Leia também: Ministro diz que são falsas notícias de que salário mínimo será reduzido

A recuperação das recentes quedas na confiança da indústria  deverá resultar no crescimento das avaliações sobre a atual cenário para o setor e as perspectivas para os próximos meses. De acordo com a prévia, o Índice da Situação Atual (ISA) registrou alta de 0,9 ponto em relação a julho no resultado preliminar, subindo para 89,3 pontos. A análise de momento é 4,8 pontos mais positiva se comparada a agosto de 2016.

Indústria se mostra mais confiante com a situação para os próximos meses, com alta de 1,9 ponto em indicador
Shutterstock
Indústria se mostra mais confiante com a situação para os próximos meses, com alta de 1,9 ponto em indicador

Leia também: AGU entra com recurso para anular suspensão do aumento de combustíveis

Já o Índice de Expectativas (IE), que apresenta as projeções do setor para o futuro, apresenta crescimento de 1,9 ponto na prévia, o que levaria o indicador para 95,3 pontos. Na comparação com agosto do ano passado, a elevação é de 8,2 pontos. O resultado preliminar de agosto ainda indica queda de 1,0 ponto percentual (p.p.) no Nível de Utilização da Capacidade Instalada da Indústria (NUCI) na comparação com julho.

Com esta prévia, a utilização chegaria a 73,7%, o equivalente a uma queda de 0,2 ponto percentual em relação ao mesmo período do ano passado. O resultado também traria uma queda de 0,3 p.p. no levantamento de médias móveis trimestrais, chegando a 74,2% no período. Para a prévia de agosto de 2017, o Ibre/FGV consultou 788 empresas entre os dias 1 e 18 deste mês. O resultado serve como base para o que será divulgado na próxima terça-feira (29).

Otimismo é apresentado em outros indicadores

O levantamento segue a tendência apresentada na sexta-feira (18) em levantamento da Confederação Nacional da Indústria. O Índice de Confiança do Empresário Industrial (ICEI) registrou alta de dois pontos em agosto na comparação com o mês anterior e se recuperou após dois meses de queda. Agora em 52,6 pontos, o indicador segue abaixo da média histórica de 54 pontos, segundo a entidade.

Leia também: Governo planeja reduzir participação da União na Eletrobras