Tamanho do texto

Consultor de vendas da empresa teria enviado mensagens elogiando o corpo de uma estudante de 17 anos; empresa afirmou estar averiguando o caso

Um vendedor do serviço de TV por assinatura da NET está sendo acusado de assediar uma cliente por meio do WhatsApp após abordá-la no bairro da Vila Mariana, em São Paulo. De acordo com relatos da vítima, o homem usou o aplicativo para enviar mensagens como "peito lindo" e "bum bum delicioso" para a adolescente de 17 anos. A estudante fez uma cópia das provas e registrou um boletim de ocorrência.

Leia também: Funcionário é indenizado após ter dedos amputados em acidente de trabalho

Segundo a vítima, a abordagem do funcionário da NET foi feita por volta das 11h50 de quinta-feira (8) próximo à estação Chácara Klabin do Metrô. Ela afirma ter se interessado pelo plano oferecido pelo consultor, que teria sido profissional durante o atendimento. Por estar com pressa naquele momento, a jovem cadastrou o número do celular para receber mais informações a respeito dos planos da empresa.

Jovem fez cópias das telas de conversa com vendedor da NET e registrou boletim de ocorrência no 16º Distrito Policial
Reprodução
Jovem fez cópias das telas de conversa com vendedor da NET e registrou boletim de ocorrência no 16º Distrito Policial

Leia também: Bradesco: trabalhadora receberá R$ 20 mil por ter privacidade violada; entenda

Minutos depois, o vendedor começou a enviar mensagens para a adolescente. Em entrevista ao portal de notícias "G1", a estudante diz que esperou as propostas de plano, mas só recebeu mensagens com linguagem de baixo calão em que o funcionário elogiava o corpo da cliente. Logo em seguida, a moça repreendeu a atitude do vendedor e disse que o denunciaria às autoridades. A situação ganhou repercussão após a vítima relatar o ocorrido nas redes sociais.

Mensagens supostamente enviadas pela mãe do vendedor da NET pediam desculpas para a jovem
Reprodução
Mensagens supostamente enviadas pela mãe do vendedor da NET pediam desculpas para a jovem

Segundo ela, após diversas críticas dos internautas, o vendedor fez ligações e enviou mensagens SMS com pedidos de desculpas. A adolescente afirma ainda que uma pessoa que se dizia a mãe do vendedor pedia para as mensagens serem deletadas do WhatsApp . "Ele é um menino trabalhador esforçado e cometeu um grande erro", dizia a mensagem.

Leia também: Cliente solicita uberPOOL e denuncia postura de motorista; entenda 

O caso foi denunciado à empresa e ao 16º Distrito Policial, na Vila Clementino. A Polícia registrou um boletim de ocorrência como importunação ofensiva ao pudor, crime previsto no artigo 61 do Código Penal. A NET afirmou estar averiguando o caso para tomar as medidas cabíveis. A empresa também lembrou que disponibiliza o e-mail conduta.net@net.com.br, voltado exclusivamente para casos de desvio de conduta de seus funcionários.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.