Brasil Econômico

Brasil Econômico

Uma pesquisada realizada pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) em conjunto com a Confederação Nacional dos Dirigentes Lojistas (CNDL) apontou que, em março, três em cada dez consumidores terminaram o mês no vermelho, pois não tinham condições de pagar suas contas. Ainda de acordo com o levantamento, apenas 15% dos entrevistados tiveram dinheiro sobrando no fim do período. O cenário contribui para que muitos tenham o nome negativado.

undefined
shutterstock
Alternativa para evitar nome negativado é buscar empréstimos com juros menores que o rotativo do cartão, por exemplo

Leia também: Tire oito dúvidas sobre Participação nos Lucros ou Resultados da empresa

Quando o consumidor fica em débito com uma empresa, a companhia pode enviar seus dados para órgão de Proteção ao Crédito, tornando seu nome negativado e causando dificuldades na busca por crédito. Pensando nisso, listamos três dicas para os consumidores que estão no vermelho, mas desejam resolver esta situação antes de ter maiores problemas para conseguir novos empréstimos ou compras a prazo, por exemplo.

Saiba quanto você deve

Percebeu que sua conta no banco está no vermelho ou que você não conseguirá pagar o valor total da próxima fatura do cartão de crédito? Então, procure pelas contas que ainda precisam ser pagas e quanto você tem disponível para quitá-las. A ideia é entender o que já pode ser cortado para que suas dívidas não fiquem ainda maiores. Controlar suas finanças é essencial para que evite ter ainda mais dívidas que não consegue pagar. 

Leia também: Home office ou coworking: qual a melhor opção para empreendedores?

Conheça os juros das suas dívidas

Se você está devendo no cheque especial, no rotativo do cartão de crédito ou no financiamento de algum bem, é importante analisar a quantidade de juros em cada modadalidade e o Custo Efetivo Total pago em cada uma das dívidas. A comparação é importante pois será possível descobrir qual será o novo valor da dívida e poderá procurar alternativas para pagá-la.

Conheça opções de empréstimo

Caso tenha percebido que, de fato, não terá como pagar suas dívidas, mesmo fazendo cortes a partir de agora, a alternativa é ir atrás de opções de empréstimos com taxas de juros mais baixas que as que você tem que pagar atualmente. E não é difícil encontrar soluções mais vantajosas do que as do cheque especial e do rotativo do cartão.

Leia também: Pensando em empreender? Confira as dicas para ter uma marca de sucesso

"A dica é simular a contratação do crédito no próprio banco onde se é cliente e nos sites de empréstimo online. De posse destas propostas, será possível saber se há condições melhores em instituições financeiras", explica Marcelo Ciampolini, CEO da Lendico. Além dos bancos convencionais, outra saída importante para evitar nome negativado é consultar o site do Banco Central. A página exibe informações sobre as principais taxas de juros praticadas pelos bancos.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários