Tamanho do texto

Consultor em recursos humanos afirma que profissional deve estar motivado e conseguir identificar características que poderão ser potencializadas

O líder de um projeto é o ponto de equilíbrio e a peça principal para que resultados sejam alcançados. Ele é quem mais precisa acreditar no potencial da empresa e de sua equipe. No entanto, em algumas situações, profissionais qualificados que chegam a um cargo de destaque não conseguem desenvolver seu papel de forma adequada, causando problemas à companhia por conta do ambiente de trabalho e de resultados abaixo do esperado.

LEIA MAIS: Confira cinco dicas para separar os gastos pessoais das finanças da empresa

Entre os possíveis motivos, estão a falta de habilidade e o despreparo para ocupar uma posição de liderança. Estas são algumas das avaliações do consultor em recursos humanos e diretor executivo da BAZZ Estratégia e Operação de RH, Celso Bazzola. Segundo ele, um bom líder deve estar motivado e conseguir identificar características importantes que podem ser potencializadas.

Ser líder de uma equipe não significa
Shuttersock
Ser líder de uma equipe não significa "apenas" coordenar os trabalhos, mas, sim, ter aprofundamento sobre o tema

LEIA MAIS: Saiba o que fazer para aumentar a receita da sua empresa durante a crise

O principal atributo é ser apaixonado pelo que faz . Se isso não ocorre, não há inspiração e entusiasmo para dar andamento a projetos. Assim, se deseja alcançar posições de destaque em uma empresa, lembre-se que gostar do que faz é essencial. Também é indispensável ser um profissional em que as pessoas confiem. Por isso, seja sincero com sua equipe, ao mesmo tempo em que demonstra maturidade com base em experiências passadas e teóricas.

Outra dica é conhecer o que faz e estar sempre em busca de novos conhecimentos. Desta forma, o líder se torna a base de informações da equipe. Para aproveitar ainda mais esta qualidade, é importante saber se comunicar . Segundo Bazzola, um dos grandes erros de pessoas em cargos de liderança é não saber deixar claro para a equipe quais serão os caminhos tomados e quais os motivos para as escolhas.

A quinta característica importante para quem ocupa cargos de gerenciamento é saber arriscar e ter coragem para tomar decisões importantes. No entanto, é importante lembrar que, ao mesmo tempo que oferece a oportunidade de ganhar créditos por escolhas acertadas, a liberdade também exige que profissionais em cargos de destaque assumam responsabilidades quando as coisas não saem como esperado.

Em situações indesejadas, o autoconhecimento e o autocontrole  podem ajudar bastante, pois só olhando para dentro de si que o profissional saberá como agir com parceiros. Por fim, é importante lembrar sobre a importância da  resiliência . Segundo Bazzola, um bom líder deve estar preparado para realizar alterações em seu planejamento sem perder a serenidade e o foco, mantendo sua equipe da forma mais adequada possível de acordo com as mudanças do mercado.

LEIA MAIS: Entenda como os eventos podem alavancar os resultados da sua marca

O especialista afirma que muitos confundem líder com "chefe". No entanto, ocupar cargos de destaque não é apenas coordenar trabalhos, mas, sim, ter aprofundamento sobre um determinado tema, onde o profissional motiva sua equipe e demonstra o melhor caminho a ser seguido. Desta forma, tendem a ganhar a confiança dos demais funcionários, que ajudarão a atingir resultados necessários para a produtividade da empresa.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.