Tamanho do texto

Um evento pode resultar em novos negócios e servir como vitrine para vender produtos e serviços ou anunciar grandes novidades da marca

É necessário um bom planejamento para fazer eventos a baixo custo com alta lucratividade
Divulgação/ABF
É necessário um bom planejamento para fazer eventos a baixo custo com alta lucratividade

Um conceito que deve estar muito claro para todos os profissionais do marketing é que o Retorno sobre Investimento (ROI) deve ser levado em conta em qualquer ação a ser realizada. Por conta disso, muitos ainda se mostram céticos em relação à organização de eventos.

LEIA MAIS: Veja as datas para o saque das contas inativas do Fundo de Garantia

De acordo com Alexandre Rodrigues, CEO da Evnts, isso acontece porque ainda existe a visão de que produzir um evento tem custos altos e retorno baixo. As duas impressões, no entanto, estão equivocadas. É possível, sim, fazer eventos a custos reduzidos e conseguir um excelente retorno. Para isso, eles precisam ser bem projetados e executados.

Como fazer?

É importante começar por um planejamento detalhado no que diz respeito aos aspectos que envolvem a organização. Tudo precisa estar claro e otimizado. Saiba quais são seus objetivos, quem é o seu público-alvo, que tipo de conteúdo você pretende oferecer e quais serão os custos aproximados que você terá. Essas questões precisam ser respondidas antes da tomada de qualquer decisão. É neste momento que o profissional deve questionar se o evento é a melhor forma de alcançar as metas propostas. Trate-o como uma ferramenta de marketing, que concorre com outras estratégias, como redes sociais, anúncios e adwords, por exemplo.

LEIA MAIS: Curso ensina empreendedorismo na prática

É possível que surjam imprevistos na hora de colocar o planejamento em prática – o que talvez seja a maior diferença de um evento para outras opções do mix de marketing. Porém, assim como acontece com qulaquer imprevisto, é preciso que o organizador tenha jogo de cintura e criatividade para solucionar os problemas, tendo sempre em mente os objetivos iniciais.

Quais as vantagens?

Um evento pode ser capaz de proporcionar uma série de benefícios para as marcas, como, por exemplo, gerar novos negócios. Eles podem servir como uma excelente vitrine para vender um produto ou serviço, são uma oportunidade para anunciar grandes novidades ou podem complementar uma estratégia de marketing de conteúdo. Ou seja, é possível adquirir resultados palpáveis e sentir no bolso os frutos dessa aposta.

Apesar disso, o maior retorno desse tipo de ação talvez seja imensurável. Um evento é excelente para branding e fortalecimento da marca. Eles também são um grande gerador de oportunidades, que muitas vezes só são concretizadas no futuro. Assim, boa parte do retorno de um evento vem a longo prazo ou não pode ser medido com exatidão.

LEIA MAIS: Mercado de franchising registra alta de 8,3% em 2016, diz pesquisa

Mesmo que todos os olhos estejam voltados ao marketing digital, os eventos não podem ser considerados desperdício de verba. Se produzido com seriedade e tratado como ferramenta de negócios é possível atingir grandes resultados, inclusive em curto e médio prazo. Para isso, é preciso planejar, definir objetivos, executar e mensurar.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.