Tamanho do texto

Se você quer começar o próximo ano com ideias profissionais interessantes, pode ficar ligado nas dicas sobre como conseguir uma colocação nessas áreas

Novos profissionais devem ser curiosos: há muitas carreiras promissoras para um mercado
iStock
Novos profissionais devem ser curiosos: há muitas carreiras promissoras para um mercado "sedento" de novidades

É fato que com o advento da tecnologia, avanço no compartilhamento de dados informações e a troca de experiências entre as pessoas resultaram na criação de novas profissões, além de ter ampliado a chamada interdisciplinaridade. Com isso, o leque de possibilidades das carreiras parece aumentar ano a ano - com uma demanda interessante do mercado de profissionais preparados para as "novidades". 

+ Como ter sucesso na carreira? Veja o que fazer para os negócios prosperarem

Os profissionais da chamada "Geração X", por exemplo, se especializavam em algo e continuavam a fazer o serviço ao longo de sua vida profissional, sem grandes necessidades de possuir sinergia com outras áreas. Contudo, este cenário mudou e o mundo digital nos traz a distribuição de conteúdo, exigindo e garantindo que estejamos conectados em uma rede de informações. Carreiras promissoras para os próximos anos possuem, todas elas, a característica de trabalharem com multitarefas ou de conversarem com diversas áreas. 

Por isso, a primeira dica para quem quer boas carreiras em 2017 é: tornou-se fundamental  ter curiosidade. É o mínimo que o novo profissional precisa ter ou trabalhar em sua personalidade. 

Pensando neste intrincado, porém desafiador cenário profissional, a CEO da rede Minds Idiomas, Leiza Oliveira, lista as 5 carreiras mais cobiçadas em 2017 e o que é preciso para conseguir uma vaga na tão sonhada função:

Gerente de SEO (Search Engine Optimization)

Supervisiona atividades da área de SEO para garantir que a arquitetura de navegação, estrutura de links, código HTML e conteúdo de páginas do site gerem primeiras posições de busca da internet (buscas orgânicas de preferência). Profissionais desta área são cada vez mais procurados pelas empresas, principalmente pelas agências de marketing digital.

É importante aperfeiçoar-se no inglês, pois muitos conteúdos e plataformas utilizadas para exercer a função são nesse idioma. O ideal é estar no nível intermediário para se conseguir uma posição na área de SEO.

Analista de BI (Business Inteligent)

A geração já nasce online, logo ter um profissional que consiga “ler” dados, quantificá-los e entender o comportamento do consumo dessa geração é o diferencial de muitas empresas. O analista de BI além de ter que dominar muito bem a matemática precisa ter o domínio avançado do inglês.

Gerontologia

No Brasil já temos mais de 22 milhões de idosos, a estimativa do IBGE é desse número triplicar em 20 anos. Assim, o gerontólogo será cada vez mais demandado, as pessoas estão vivendo mais, buscando qualidade de vida e equilíbrio na saúde.

+ Confira nove atitudes que podem acabar com a sua carreira

Logo, se especializar neste público tem perspectiva salarial boa e é uma das profissões que mais traz felicidade no exercer. Há poucas universidades gratuitas para estudar gerontologia, mas a concorrência não é tão acirrada quanto medicina e enfermagem.

Conselheiro de aposentadoria

Seguindo a tendência de envelhecimento da população brasileira e das medidas governamentais entorno da previdência, o número de pessoas que querem planejar a aposentadoria por conta própria cresce na mesma proporção. O profissional precisa entender do mercado financeiro, possibilidades de aplicação e gostar de cálculos.

+ 9 trabalhos online que você pode começar ainda hoje

Agroecólogo ( Agroecologia)

O agronegócio é um dos ramos mais importantes do PIB ( Produto Interno Bruto) brasileiro, cerca de 20%. Muitos estudantes que ainda estão vislumbrando carreiras promissoras miram os grandes centros esquecendo das possibilidades que os produtos florestais oferecem. A profissão do agroecólogo possibilita unir o aprendizado na sustentabilidade e aplicá-lo na indústria do campo. O profissional precisa gostar de se relacionar, pois a função exige também um viés social e o diálogo com o entorno da indústria rural.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.