Tamanho do texto

Caso o custo da energia nas termelétricas reduza, taxa extra da bandeira vermelha cairá de R$ 4,50 para R$ 3 a cada 100 kWh

Contas de luz devem passar por redução a partir de fevereiro
Agência Brasil
Contas de luz devem passar por redução a partir de fevereiro


As contas de luz podem ficar mais baratas a partir do dia 1º de fevereiro. A bandeira vermelha, que reflete os altos custos de geração de energia no repasse de preços ao consumidor, continua a vigorar. No entanto, a taxa extra cobrada por cada 100 kWh consumidos pode cair de R$ 4,50 para R$ 3.

A cobrança adicional de R$ 3 por cada 100 kWh será feita somnte quando o custo da energia produzida pelas termelétricas for inferior a R$ 610 para cada megawatt-hora. Sendo igual ou superior a este valor, nada muda, e será mantida a cobrança de R$ 4,50. 

Além da bandeira vermelha, a bandeira amarela – que indica dificuldade moderada na geração de energia no País – também poderá sofrer redução. Atualmente, caso o Brasil estivesse enquadrado na classificação, seria cobrado o valor extra de R$ 2,50 para cada 100 kWh. Pela nova regra, no caso de geração de energia mais barata, o valor cobrado descerá para R$ 1,50. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas