3 dicas para equilibrar a saúde mental com a financeira
Redação 1Bilhão Educação Financeira
3 dicas para equilibrar a saúde mental com a financeira

Chegar no fim do mês sem ter recursos financeiros para quitar as dívidas é uma das preocupações que mais prejudica o sono de muita gente, não é mesmo? O número de famílias endividadas no país alcançou, em abril, 67.5%, segundo Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (PEIC), realizada pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC).

Pois é, a situação financeira de um indivíduo pode sim influenciar diretamente na sua saúde mental e acabar prejudicando outras áreas da vida. Mas, também é totalmente possível reverter esse quadro com ajuda médica e, claro, educação financeira.

Você viu?


“Um dos principais problemas financeiros de quem sofre quando a conta não fecha no azul é a falta de controle e a dificuldade de assimilar tudo o que se ganha versus o que se gasta”, explica Luciana Ikedo, assessora de investimentos, CEO e fundadora do escritório Ikedo Investimentos . “Muitos acabam se excedendo e ficando no negativo sempre, e é isso que leva ao endividamento”, reforça Ikedo. Esse é um problema que parece ser apenas com o dinheiro mas, que pode desencadear outros riscos. São exemplos de problemas financeiros: a compulsividade e confundir a necessidade com o desejo.

Leia o restante da matéria aqui

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários