Joice Hasselmann (PSL) perguntou à usuários do Facebook suas opiniões sobre a aposentadoria dos professores
Wilson Dias/Agência Brasil
Joice Hasselmann (PSL) perguntou à usuários do Facebook suas opiniões sobre a aposentadoria dos professores


A deputada e líder do governo no Congresso Nacional, Joice Hasselmann (PSL) questionou, neste domingo (5), a regra de aposentadoria para professores no Brasil. Em uma rede social, ela ressaltou que os professores contribuem por menos tempo que outros trabalhadores.

Leia também: Reforma "é contrário do que a esquerda fala", diz Bolsonaro a Silvio Santos

"Hoje, os professores se aposentam MAIS CEDO que as DEMAIS CATEGORIAS de trabalhadores", escreveu em sua conta no Facebook. "Você acha que o professor deve se aposentar pela MESMA REGRA que todos os trabalhadores?", continuou, começando uma votação sobre a aposentadoria da categoria entre os internautas. 

Até o momento, a enquete conta 55%( contra 45%) de votos contários à que professores sejam obrigados a seguir as mesmas regras de aposentadoria de outras categorias.  A publicação de Hasselmann gerou muitas críticas entre os internautas. 

Você viu?


"Eu concordaria em me aposentar na mesma regra dos demais trabalhadores se a minha profissão fosse como a dos demais trabalhadores", comentou uma internauta, que lista os motivos pelos quais a profissão de professor é diferente, como precisar fazer correções de trabalhos e provas em casa, planejar aula aos finais de semana e classes superlotadas, além de jornada de trabalho dupla ou até tripla.

Outros questionaram as regras de aposentadorias dos políticos e lamentaram a desvalorização do trabalho dos professores . " Você acha justo um senador, após 8 anos estar aposentado minha querida? Vcê sabe quanto é insalubre um ambiente escolar? ", disse um.  "Faça outra enquete: hoje, os políticos se aposentando MAIS CEDO que TODAS AS DEMAIS CATEGORIAS. Você acha que o político deve se aposentar pela MESMA REGRA que todos os trabalhadores?", questionou outro. 

Leia também: Governo prepara estratégia para não desidratar reforma da Previdência

Apesar da maioria dos comentários contra o questionamento da deputada, alguns internautas concordaram com a colocação. "Sou professor de História e aprovo, eu penso em uma nação inteira, não em meu próprio bolso ou minha comodidade", escreveu um deles. Para outro, caso os professores continuem com regime especial de aposentadoria , outros trabalhadores também deveriam tê-lo. "Se for observar pela ótica da relevância ou do sacrifício, várias outras profissões também necessitariam de regime especial. Mas, com isso, a conta não fecharia. Igualdade é o que deve prevalecer."

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários