Tamanho do texto

Mercado já se esqueceu da ida de Paulo Guedes à CCJ e ficou otimista com os indícios de que o governo está trabalhando para aprovar a nova Previdência

Geraldo Alckmin e Jair Bolsonaro
Marcos Corrêa/Presidência da República
Reunião entre Bolsonaro e líderes de partidos para tratar da Previdência animou os investidores e fez o Ibovespa subir

Os investidores se esqueceram da frustrante audiência pública do ministro Paulo Guedes na quarta-feira (3) e ficaram otimistas com o encontro entre o presidente Jair Bolsonaro (PSL) e líderes de partidos  para negociar a nova Previdência. O Ibovespa, principal indicador de desempenho da Bolsa de Valores (B3), fechou o último pregão em alta de 1,92%, a 96.313 pontos, enquanto a cotação do dólar caiu 0,51%, chegando a R$ 3,8590.

Dos principais papéis que compõem a carteira do Ibovespa , se destacaram os da Petrobras, do Bradesco e do Itaú Unibanco, que subiram 3,38%, 2,59% e 1,5%, respectivamente. As ações da Vale registraram uma alta mais modesta, de 0,73%. O dólar, por sua vez, praticamente recuperou o valor a que era cotado antes das confusões de quarta na CCJ.



Faz mais ou menos uma semana que a Bolsa oscila ao redor dos 95 mil pontos. Esse movimento de sobe e desce em intervalos de tempo relativamente curtos é normal em períodos de indefinição, como o de agora, em que o mercado está de olho nos possíveis avanços ou retrocessos quanto à reforma da Previdência .

A recuperação dessa quinta é justificada pela reunião entre Bolsonaro e os representantes dos partidos, vista como um esforço de articulação por parte do governo. Pelo Twitter, o presidente comentou que o encontro foi "de alto nível" e "nada se falou sobre [prometer] cargos" . "Executivo e Legislativo unidos, por uma causa que representa o futuro de nossos filhos e netos: a Nova Previdência", finalizou a publicação. 


Os pontos do Ibovespa

bolsa de valores
Getty Images
A lista de empresas que integram o Ibovespa pode ser consultada a qualquer momento no site da B3

De forma resumida, os pontos divulgados no noticiário representam o preço das ações que compõem o  Ibovespa  multiplicado pela quantidade teórica de ações, que é divulgada diariamente pela B3. Anunciar que o Ibovespa encerrou o dia em 96.313 pontos, como aconteceu ontem, é como dizer que um investidor hipotético que queira comprar os mesmos papéis pertencentes ao índice deve desembolsar exatamente R$ 96.313,00.

Essa carteira hipotética de ações é reformulada pela  B3  a cada quatro meses, mas a  metodologia do sistema de pontos é a mesma desde a criação do Ibovespa, tendo passado apenas por algumas readequações para facilitar sua divulgação. A última foi em 1997, quando o total de pontos foi dividido por 10. A lista de empresas que integram o índice pode ser consultada a qualquer momento no site oficial da B3.