Tamanho do texto

Medida tem slogan $aque certo, 's' substituído por um cifrão estilizado

pessoas sacam fgts na boca do caixa do nbanco arrow-options
Fábio Rodrigues Pozzebom/Arquivo/Agência Brasil
Saques serão liberados em agosto

A liberação de recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (  FGTS  ) e do PIS-Paseptem slogan e marcas prontos e vai ser vendida pelo governo do presidente Jair Bolsonaro como "direito do trabalhador".

No início da tarde desta quarta-feira, quando a medida será anunciada oficialmente, um painel com o letreiro " Saque certo" , com o "S" substituído por um cifrão estilizado, já estava posicionado atrás do palco onde as autoridades discursarão a partir das 16h, no Salão Nobre do Palácio do Planalto. 

Mais cedo, o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, afirmou em entrevista à "Rádio Gaúcha" que Bolsonaro assinará nesta tarde uma Medida Provisória (MP) que vai permitir saques de contas ativas e inativas do FGTS e do PIS-Pasep, a partir de agosto deste ano até março de 2020. O ministro disse ainda que o limite máximo de saques será de R$ 500,00 por conta.

Saques do FGTS serão liberados em agosto e limitados a R$ 500, diz ministro

— Todas as contas poderão ser acessadas pelos cotistas, sem exceção. Neste primeiro momento, o teto de saque será de R$ 500 . A proporção vai depender do total que estiver depositado na conta - explicou Onyx. 

Na terça, o ministro da Economia, Paulo Guedes, confirmou que a liberação de recursos será de em torno de R$ 42 bilhões até o ano que vem, e anunciou que haverá novidades e "coisas interessantes" no anúncio oficial da medida. Ele disse ainda que serão liberadas contas ativas e inativas "para sempre", anualmente.