Tamanho do texto

Segundo a Receita Federal, mais de 2,6 milhões de contribuintes serão contemplados pelo lote, que deve injetar mais de R$ 3,3 bilhões na economia

Consulta ao quato lote da restituição do Imposto de Renda foi liberada no começo do mês
shutterstock
Consulta ao quato lote da restituição do Imposto de Renda foi liberada no começo do mês

Pelo menos 2,6 milhões de  contribuintes contemplados no quarto lote de restituição do Imposto de Renda (IRPF) de 2018 devem receber o crédito referente ao ressarcimento nesta segunda-feira (17). O lote também inclui restituições residuais dos exercícios de 2008 a 2017.

De acordo com a Receita Federal, o valor do quarto lote da restituição do Imposto de Renda liberado é R$ 3,3 bilhões, entretanto, desse total, R$ 219,3 milhões são destinados a contribuintes com prioridade, como pessoas com mais de 60 anos, com deficiência física ou mental ou que tenha moléstia grave, além daquelas cuja maior renda seja o magistério.

As restituições são corrigidas pela taxa básica de juros, a Selic, acumulada desde o mês de entrega da declaração até setembro deste ano. Sendo assim, a correção varia de 3,15%, para as declarações entregues em maio de 2018, até 105,27%, para os contribuintes que estavam na malha fina desde 2008.

Leia também: Contribuintes do terceiro lote do Imposto de Renda recebem hoje a restituição

Para o contribuinte saber se teve a declaração liberada , é preciso acessar o serviço e-CAC, disponível no  site da Receita . Nessa opção, é possível acessar o extrato da declaração e checar se há inconsistências de dados identificados pelo processamento. 

Caso tenha informações erradas ou desatualizadas, o próprio contribuinte pode corrigir os dados, por meio da entrega de declaração retificadora. Também é possível verificar se a declaração foi liberada ligando para o Receitafone 146.

Já no aplicativo da Receita, além de checar se a declaração foi liberada, o contribuinte consegue verificar diretamente nas bases da Receita Federal informações sobre a  liberação das restituições  e a situação cadastral de inscrição no CPF.

Leia também: Receita libera nesta segunda consulta ao segundo lote de restituição do IR 2018

Prazos para resgatar a restituição do Imposto de Renda

Contribuinte tem até um ano para resgatar a restituição do Imposto de Renda
shutterstock
Contribuinte tem até um ano para resgatar a restituição do Imposto de Renda

O contribuinte tem um ano para resgatar a   restituição do IR  no banco. No entanto, caso o prazo seja perdido, será necessário fazer um requerimento pela internet, utilizando o Formulário Eletrônico – Pedido de Pagamento de Restituição, ou diretamente no e-CAC, no serviço Extrato do Processamento da DIRPF.

Agora, se o valor não for creditado, é preciso entrar em contato pessoalmente com qualquer agência do Banco do Brasil ou ligar para a Central de Atendimento nos seguintes telefones:

  • Nas capitais: 4004-0001  
  • Demais municípios: 0800-729-0001  
  • Telefone especial exclusivo para deficientes auditivos: 0800-729-0088  

Ao entrar em contato com a central, o contribuinte poderá agendar o crédito da  restituição do Imposto de Renda  em conta corrente ou poupança, no próprio nome, em qualquer banco.

*Com informações da Agência Brasil

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.