Dois pilotos, que comandavam duas aeronaves diferentes, reportaram ter visto um óvni na região do deserto do Arizona
shutterstock
Dois pilotos, que comandavam duas aeronaves diferentes, reportaram ter visto um óvni na região do deserto do Arizona

A companhia aérea American Airlines vai suspender as rotas que opera entre o Brasil e os Estados Unidos a partir desta segunda-feira (16). A suspensão vai vigorar pelo menos até o dia 6 de maio. A companhia cortou 75% de seus voos internacionais seguindo proibição do governo norte-americano decorrente da crise do novo coronavírus

Leia também: Cenário é o mais grave da aviação em 70 anos, diz presidente da Abear

Entre os serviços atingidos estão as ligações realizadas de Miami e Nova York para o Rio de Janeiro e São Paulo. Também foi suspensa a rota entre Dallas e a capital paulista. Os voos entre Miami e Manaus e entre Miami e Brasília foram as outras suspensões anunciadas pela empresa dos Estados Unidos.

Além das cidades brasileiras, a companhia suspendeu voos para outras metrópoles sul-americanas, como Lima (Peru), Santiago (Chile), Medellín, Cali e Bogotá, na Colômbia, e Guayaquil (Equador). Também foram canceladas viagens de e para a Europa, Ásia, Austrália e Nova Zelândia.

As exceções são os voos de curta duração para o Caribe, o Canadá, o México e a América Central. Também foram mantidos um voo diário de Dallas e Miami para Londres e três voos semanais para Tóquio.

Leia também: Governo pede que empresas de turismo remarquem passagens e pacotes em custo

Os clientes atingidos, de acordo com a American Airlines , serão contactados e terão flexibilidade para remarcação de voos sem qualquer taxa. Eles também terão a opção de reembolso do bilhete comprado.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários