As desavenças políticas entre dois presidentes não devem afetar as relações entre Brasil e França, disse ao GLOBO a presidente da Câmara de Comércio entre os dois países, Sandrine Ferdane . Segundo ela, existem no Brasil 800 empresas francesas, que dão empregos a cerca de 500 mil pessoas. 

"França está muito presente no Brasil. As empresas francesas se sentem brasileiras e são as que mais empregam no país, entre outras nacionalidades", disse ela.

Leia também: Ataque de Bolsonaro à esposa de Macron serviu para torná-la famosa no Brasil

Na semana passada, os presidentes Jair Bolsonaro  e Emmanuel Macron trocaram farpas, por causa das queimadas na Floresta Amazônica. Macron chegou a chamar Bolsonaro de mentiroso e sinalizou que os franceses poderão não assinar o acordo entre o Mercosul e a União Europeia.

Leia também: O  que une Bolsonaro e Macron

Sandrine Ferdane ressaltou que o estoque de investimentos da França no Brasil é de US$ 29 bilhões, superior ao dinheiro dos chineses (algo em torno de US$ 20 bilhões).  Ele disse que, de forma geral, as empresas francesas têm no Brasil projetos de longo prazo.

"As empresas francesas estão em setores estratégicos no Brasil, como energias renováveis", enfatizou. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários