Ministros também vão decidir sobre o destino da TAG, subsidiária da Petrobras
Carlos Moura/ SCO/ STF
Ministros também vão decidir sobre o destino da TAG, subsidiária da Petrobras


O Supremo Tribunal Federal (STF) decidirá nesta quinta-feira (30) se o governo federal pode ou não vender estatais sem a autorização do Congresso Nacional. A medida, independente do resultado da decisão, também valera para as empresas públicas pertencentas a governos estaduais e prefeituras.

Leia também: Bolsonaro: "Nem um santo consegue governar se a economia vai mal"

Atualmente, a partir de uma decisão liminar (ou seja, provisória) do ministro Ricardo Lewandowski, o governo federal é proibido de vender qualquer uma de suas estatais sem a aprovação do Congresso. Nesta quinta-feira, portanto, sera decidido se a determinação do ministro continua ou se será revogada.

Lewandowski tomou essa decisão no ano passado. De acordo com ele, o aval do Poder Legislativo deve ser obrigatório quando a venda de alguma estatal resutlar em perda do controle de ações do poder público. Ele também decidiu que, para vender uma empresa, é preciso fazer licitação.

Destino da TAG, subsidiária da Petrobrás

Os ministros do STF também decidirão o que vai acontecer com a venda de 90% das ações da Transportadora Associada de Gás (TAG), subsidiária da Petrobras.  Na última segunda-feira (17), o ministro Edson Fachin suspendeu o processo de venda , considerando que ela desrespeitada a decisão de Lewandowski sobre as estatais .

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários