Tamanho do texto

Em campanha para o Dia Internacional da Mulher, Zorba desagradou público com dizeres e divulgou vídeo com rapazes seminus fazendo poses sensuais

Após perceber resultado negativo da campanha, Zorba apagou imagem e vídeo de todas as suas redes sociais
Reprodução
Após perceber resultado negativo da campanha, Zorba apagou imagem e vídeo de todas as suas redes sociais

Na tentativa de cativar o público feminino, muitas empresas decidiram prestar homenagens ao Dia Internacional da Mulher. A maior parte delas optou pelo convencional, fazendo publicações simples em suas páginas. Outras, no entanto, tentaram inovar, mas tiveram um resultado catastrófico em suas ações. A marca de cuecas Zorba foi uma delas.  

Leia também: Se você faz compras online e quer evitar fraudes, confira estas três dicas

A empresa de moda íntima se complicou ao tentar fazer uma campanha de gosto duvidoso. Em uma imagem que circula na internet e também foi veiculada em jornais impressos, a marca estampou os dizeres "hoje é dia delas. Capriche na cueca". 

Além disso, a suposta homenagem da companhia também contou com um vídeo publicado nas redes sociais. Nele, era possível ler um texto que dizia: "No mês das mulheres, a Zorba presta uma homenagem a 160 milhões de brasileiras”. Na sequência, eram apresentados homens vestindo apenas cuecas e fazendo poses sensuais, enquanto, ao fundo, havia o som de aplausos e gritos femininos. 

Leia também: Rombo da seguridade social cresce e chega a R$ 292,4 bilhões em 2017

A ação, obviamente, não pegou bem e causou revolta nos usuários. "Vocês juram mesmo que a única coisa que a gente precisa é de homem? Podiam mostrar qual a porcentagem da empresa é feminina (sic), podiam (tentar) ensinar os homens a não serem machistas", disse uma usuária em publicação na página do Facebook da empresa.

Após se dar conta de que a campanha foi realmente malsucedida, a marca decidiu remover a imagem e o vídeo de suas redes sociais. Até o momento, nenhuma retratação foi feita por parte da empresa em suas páginas.

Confusão

Apesar de ter sido considerada mais grave, a ação da Zorba não foi a que mais chamou a atenção durante o dia. Este posto ficou com foi a campanha do McDonald's, que teve a ideia de colocar 20 restaurantes sendo operados somente por mulheres.

Leia também: Veja concursos públicos que fecham inscrições nesta sexta e pagam até R$ 19 mil

A ideia acabou sendo interpretada de maneira errada e rendeu piadas e reclamações nas redes sociais, pois grande parte das pessoas entendeu que a marca havia dado folga para os homens e que trabalhavam nas unidades participantes. O McDonald's esclareceu que os homens não ganharam o dia livre, mas, sim, foram realocados para outras unidades. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas