Tamanho do texto

Seja de R$ 1,50 ou de R$ 200 milhões, é essencial garantir que seu prêmio será retirado só por você; saiba como e onde retirar premiações de loterias

loteria arrow-options
Reprodução/Shutterstock
Ganhou na loteria? Saiba garantir que só você saque seu prêmio

O brasileiro adora e tem o costume de apostar na loteria, por mais que as chances de ganhar  grandes prêmios e ficar milionário não sejam exatamente grandes. A 'fézinha' tem uma questão pouco falada, que é assegurar que só você vai sacar seu prêmio, seja ele de R$ 1,50 ou da Mega da Virada.

Leia também: Bolão vale a pena? Matemático dá dicas para ter mais chances na Mega-Sena

Afinal, como garantir que só você saque o seu prêmio? No verso do bilhete, há um espaço para o apostador preencher nome, CPF, assinatura e endereço. O comprovante da aposta é um "Título ao portador", sendo, portanto, pessoal e intransferível, desde que os dados sejam preenchidos.

Caso o bilhete vencedor seja perdido ou roubado, não há como comprovar que você é o vencedor, e mais, o dinheiro ficará parado, já que ninguém poderá sacar esse valor. Somente quem fez a aposta pode retirar o prêmio da loteria .

Para prêmios de até R$ 1.903,98 podem ser sacados tanto nas lotéricas quanto nas agências da Caixa Econômica Federal , assegura o banco público. Nas casas lotéricas, porém, a premiação depende da quantidade de dinheiro disponível no momento. No começo do dia, os caixas costumam estar vazios.

Prêmiações que superam esse valor devem ser retiradas exclusivamente nas agências da Caixa de todo o País. A orientação é que vencedores de prêmios milionários comuniquem o banco com antecedência para ir à agência retirar.

Prêmios esquecidos são comuns... Para onde vai o dinheiro?

Muita gente aposta e, descrente de sair vencedor ou por falta de memória, não confere se foi premiada. Vencedores da loteria têm até 90 dias a contar da data do sorteio para reclamar sua premiação.

Leia também: 'Raspadinha' da Caixa é privatizada e vendida pelo valor mínimo pedido em leilão

Caso o dinheiro não seja retirado dentro do prazo, ele será repassado ao Tesouro Nacional e destinado a bancar o Fundo de Financiamento Estudantil, o Fies. No ano de 2018, não foram sacados ao todo R$ 266,6 milhões.

    Leia tudo sobre: mega-sena