Itapemirim tem 30 dias para realizar viagens já compradas
Gabriel Araújo
Itapemirim tem 30 dias para realizar viagens já compradas

Na última terça-feira (26) a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) retomou a suspensão das linhas de ônibus comandadas pela empresa Itapemirim ao redor do país. A companhia de transporte passa por recuperação judicial desde 2016.

Em publicação no Diário Oficial da União (DOU) desta de quinta-feira (28), a Superintendência de Fiscalização de Serviços de Transporte Rodoviário de Cargas e Passageiros da ANTT determinou que as viagens devem der suspensas. De acordo com o texto, a medida tem validade até "a decisão de mérito do Processo Administrativo Ordinário" ou até que a empresa apresente linhas que tenham frotas compatíveis com o regulamento da Agência.

Entre no  canal do Brasil Econômico no Telegram e fique por dentro de todas as notícias do dia. Siga também o  perfil geral do Portal iG

A Itapemirim podrá continuar com as viagens já vendidas por até 30 dias desde a data da publicação da portaria. Caso a medida seja descumprida pela empresa, a mesma será punida por multa.  

No fim de 2021, o braço aério da empresa ITA cancelou mais de 500 voos repentinamente e sem aviso aos passageiros, prejudicando milhares de passageiros pelo país. Em abril de 2022 a companhia já havia suspendido todas as operações por conta da ANTT para exigir recadastramento da frota diante do processo de recuperação judicial, porém a empresa recorreu a decisão e retomou as atividades. 

Foi aberto um pedido de falência da Itampemirim em junho deste ano pela EXM Partners, administradora judicial da companhia. Em petição aberta pelo grupo é dito que que o plano de recuperação judicial não está sendo cumprido e que as atividades atuais da empresa não justificam mais a preservação da marca. A empresa, hoje, opera em 19 estados ao redor do país. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários