Presidente dos Estados Unidos, Joe Biden vê alta nos juros como
Ansa
Presidente dos Estados Unidos, Joe Biden vê alta nos juros como "normal" para segurar a inflação

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, afirmou considerar normal o reajuste na taxa básica de juros anunciado pelo Federal Reserve (Fed), o Banco Central estadunidense. Segundo Biden, a medida foi necessária para controlar a inflação do país, que acumula 9,1% nos últimos 12 meses.

Na quarta-feira (27), o Fed ajustou os juros da economia americana em 0,75 ponto percentual e a taxa deverá variar entre 2,25% e 2,5%. Os efeitos desse aumento, por exemplo, poderão ser encontrados no Produto Interno Bruto (PIB), que caiu 0,9% no segundo trimestre deste ano.

"Não é surpresa que a economia esteja desacelerando à medida que o Federal Reserve (Fed) age para reduzir a inflação", disse Biden, em comunicado emitido nesta quinta-feira (28).

Entre no  canal do Brasil Econômico no Telegram e fique por dentro de todas as notícias do dia. Siga também o  perfil geral do Portal iG

O democrata lembrou dos desafios globais após a pandemia de Covid-19 e em meio à guerra na Ucrânia, mas ressaltou a estabilidade econômica dos Estados Unidos e garantiu que o país está no caminho certo. Ele ressaltou a baixa taxa de desemprego – atualmente em 3,6% - e a geração de 1 milhão de empregos no primeiro trimestre.

Joe Biden ainda prometeu recuperar a economia de forma sustentável e lembrou do investimento internacional de US$ 200 bilhões injetados no país. O chefe da Casa Branca ainda mandou indiretas ao Congresso para aprovarem propostas do governo.

“Meu plano econômico está focado em reduzir a inflação, sem abrir mão de todos os ganhos econômicos que obtivemos”, disse.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários