Adolfo Sachida, ministro de Minas e Energia, em um posto de gasolina de Brasília
Reprodução
Adolfo Sachida, ministro de Minas e Energia, em um posto de gasolina de Brasília

O ministro da Economia, Adolfo Sachsida, abandonou a discrição que mantinha até deixar a equipe de Paulo Guedes na pasta da Economia, em maio deste ano, e adotou uma postura mais ativa nas redes sociais. Nesta quarta-feira (6), Sachsida gravou um vídeo em um posto de combustíveis de Brasília, para mostrar que o litro da gasolina estava com o preço abaixo de R$ 6,00 .

"Olá, meus amigos. Meu nome é Adolfo Sachsida e sou o ministro de Minas e Energia. Hoje é dia 7 de julho e estou aqui no Posto Ipiranga do Noroeste em Brasília, no Distrito Federal, e está aqui o preço da gasolina atrás de mim: R$ 5,99. Então, é isso: competição, transparência e trabalho duro, e estamos conseguindo reduzir o preço do combustível. Fiquem com Deus e obrigado a todos que ajudaram", disse o ministro.

Sachsida poderia ter ido a um estabelecimento de qualquer bandeira, mas escolheu o Posto Ipiranga. É assim que o presidente Jair Bolsonaro costuma chamar Paulo Guedes, desde o início do governo, numa alusão a um comercial que dizia que era possível encontrar qualquer coisa em um posto da marca.

Entre no  canal do Brasil Econômico no Telegram e fique por dentro de todas as notícias do dia. Siga também o  perfil geral do Portal iG 

Mais cedo, o ministro de Minas e Energia falou sobre um decreto, divulgado na noite de quinta-feira (7), que obriga os postos de combustíveis a informar, “de forma correta e clara”, os preços dos combustíveis praticados antes e depois da redução de impostos.

“Competição e transparência!”, escreveu em uma rede social.

Na quarta-feira (6), ele divulgou uma tabela com o potencial de redução no preço da gasolina por estado. Ressaltou que, na média, o valor do produto pode cair até R$ 1,55 por litro.

“Veja até quanto pode cair o litro da gasolina no seu estado e compare com o preço cobrado nas bombas. Quanto mais competição e transparência melhor para o consumidor”.

Sachsida costuma falar não apenas de medidas ligadas a seu ministério, como investimentos em energia, mineração, petróleo e gás. Gosta de comentar o desempenho dos principais indicadores econômicos e, volta e meia, elogia Guedes e sua equipe.

Nesta sexta (8), ele publicou um vídeo de um consumidor jogando gasolina no chão para comemorar queda no preço, mas apagou logo em seguida. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários