Paes de Andrade já procura executivos da Petrobras sobre verbas publicitárias
Divulgação
Paes de Andrade já procura executivos da Petrobras sobre verbas publicitárias

O novo presidente da Petrobras, Caio Paes de Andrade , já tem uma "missão" além da política de preços de combustíveis: a verba milionária de publicidade da estatal. Vence no próximo dia 19 de julho deste ano os contratos da PDZ e da Propeg. As duas empresas são as responsáveis pelas campanhas publicitárias da estatal desde julho de 2017.

Antes mesmo de ter seu nome confirmado nesta segunda-feira (27) pelo Conselho de Administração da Petrobras como novo presidente da estatal, Caio Paes de Andrade procurou executivos da área de publicidade da Petrobras no final de semana, para buscar informações sobre o tema.

Entre no  canal do Brasil Econômico no Telegram e fique por dentro de todas as notícias do dia. Siga também o  perfil geral do Portal iG 

"O primeiro interesse dele antes de tomar posse foi saber sobre a verba de publicidade da Petrobras, de quanto investe, onde investe e sobre o que investe", explicou uma fonte ligada ao alto escalão da empresa.

Em 2021, a estatal gastou em mídia e produção publicitária um total de R$ 138,025 milhões. Foi um valor 89,4% maior que os R$ 72,841 milhões do ano anterior.

Segundo fontes ouvidas pelo GLOBO, já há um forte interesse sobre o assunto, que está movimentando os aliados políticos do novo presidente da estatal.
O interesse em torno das verbas publicitárias, disse outra fonte, vem desde a gestão de Roberto Castello Branco.

Desde o início deste ano, a estatal abriu processo de concorrência para escolher duas agências para gerenciar uma verba estimada em R$ 375 milhões para dois anos e meio de contrato.

Segundo a Petrobras, são oito as agências licitantes que, após sessão de divulgação de resultados realizada no último dia 30 de maio, estão na seguinte ordem: Ogilvy, Propeg, DPZT, Artplan, Binder, Heads, Agência Nacional e Nova SB.

Proposta para reverter desconfiança

As propostas ainda sequer foram analisadas. Segundo o edital, o desafio de comunicação para as agências foi apresentar uma proposta para reverter a desconfiança que a empresa ainda sente na opinião pública em relação à Petrobras.

Em nota, a Petrobras esclarece que não recebeu qualquer solicitação de informações relativas aos gastos da companhia com publicidade.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários