Gasolina chega a R$ 8,99 nos postos, e diesel a R$ 8,63, aponta ANP
Marcello Casal Jr/ Agência Brasil
Gasolina chega a R$ 8,99 nos postos, e diesel a R$ 8,63, aponta ANP

O preço do litro da gasolina nos postos de combustíveis do país chegou a R$ 8,990 na semana passada, enquanto o do diesel atingiu R$ 8,630, revelam dados da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) divulgados nesta terça-feira (21).

Entre no  canal do Brasil Econômico no Telegram e fique por dentro de todas as notícias do dia. Siga também o  perfil geral do Portal iG

O levantamento foi feito entre os dias 12 e 18 de junho e ainda não reflete totalmente o último reajuste realizado pela Petrobras. Na sexta, a petroleira anunciou um aumento de 14,26% no preço do litro do diesel e de 5,18% no preço do litro da gasolina nas refinarias.

Já o valor médio do diesel encontrado nas bombas foi de R$ 6,906, uma alta de 0,29% em relação à semana imediatamente anterior, quando o litro podia ser encontrado por, em média, R$ 6,886.

O preço médio da gasolina, por sua vez, apresentou recuo de 0,21%. O litro passou de R$ 7,247 para R$ 7,232 nesse período.

No acumulado do ano, o diesel aumentou 35,97% nos postos, e a gasolina, 9,14%.

Presidente da Petrobras pede demissão após pressões sobre combustíveis

O novo reajuste anunciado pela Petrobras aumentou as pressões sobre a petroleira por parte do presidente Jair Bolsonaro (PL) e aliados. Bolsonaro está preocupado com a disparada dos combustíveis em ano eleitoral.

Diante dessas pressões, na sexta, o presidente da estatal, José Mauro Coelho, decidiu deixar o cargo. 

A política de preços e a margem de lucro da companhia são os principais alvos de críticas. Desde 2016, a Petrobras baseia seus preços na cotação do petróleo no mercado internacional. É o chamado Preço de Paridade de Importação (PPI). 

Levantamento da Abicom (Associação Brasileira dos Importadores de Combustíveis) mostra que, mesmo com o reajuste da Petrobras, o preço da gasolina nas refinarias do país ainda estava nesta terça-feira (21) com uma defasagem de 12% em relação ao mercado externo, e o diesel, de 11%.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários