Veja como evitar golpes no Pix agendado
Lorena Amaro
Veja como evitar golpes no Pix agendado

A facilidade do Pix, que caiu no gosto popular — empresas, prestadores de serviço e até as famosas carrocinhas nas ruas, utilizam o meio de pagamento e recebimento eletrônico — acabou atraindo golpistas, que se aproveitam da ferramenta para comprar produtos e serviços e dar calote. Como? Com o Pix agendado. A pessoa agenda o pagamento para horas depois ou no outro dia e, antes da data, cancela a operação, e quem receberia a grana acaba ficando a ver navios.

O golpe piora: em alguns casos os criminosos fraudam o comprovante de agendamento e enviam para a vítima, que só vai se dar conta de que caiu em uma armadilha quando checar a conta. Isso ocorre porque o comprovante de agendamento é bem parecido com um comprovante de pagamento, alerta Alessandro Fontes, co-fundador do Site Confiável. O EXTRA conversou com especialista que deu dicas dicas de como evitar esse tipo de fraude.

Entre no  canal do Brasil Econômico no Telegram e fique por dentro de todas as notícias do dia. Siga também o  perfil geral do Portal iG

Francisco Gomes Júnior, especialista em Direito Digital e Crimes Cibernéticos e presidente da Associação de Defesa de Dados Pessoais e do Consumidor (ADDP) orienta que "ao receber um SMS leia com a máxima atenção para verificar se não se trata apenas de um agendamento de Pix, mas sim de um pagamento efetivo".

"O agendamento não garante o pagamento, portanto, só entregue a mercadoria após o efetivo crédito em conta", acrescenta.

Gomes Júnior orienta a quem recebe por essa ferramenta a consultar o extrato bancário para confirmar o pagamento do Pix.

Caso esteja com pressa, ou sem acesso à conta bancária no momento, o comprovante do Pix também pode dar pistas se ele é verdadeiro ou falso. Ele deve conter informações essenciais, como: Número de ID ou transação, valor da transação, data e hora, descrição da transação, informações do destinatário, informações do pagador

Se alguma dessas informações não estiver presente ou parecer estranha, desconfie do comprovante e verifique na conta se o dinheiro foi transferido via Pix.

O uso inadequado do agendamento, inclusive, fez o Banco Central fazer alterações no sistema no início do ano para que deixar claro que o Pix foi agendado e não caiu na conta de quem irá receber. Para isso, o valor fica retido nos sistemas internos e, geralmente, aparece como lançamentos futuros da conta.

Para se ter uma ideia do tamanho do alcance do crime cibernético, entre janeiro e maio deste ano, as soluções de cibersegurança da PSafe, dfndr security e dfndr enterprise, bloquearam mais de 3,4 milhões tentativas de golpes financeiros no Brasil, entre elas o Pix agendado. Isso corresponde a uma média de 22,5 mil detecções por dia, mais de 930 por hora e 15 por minuto, o que faz desta temática a mais explorada por cibercriminosos em 2022.

O que dizem o BC e a Febraban

Procurado, o Banco Central, criador da plataforma de pagamentos, informou que esse golpe é um mecanismo antigo, que era empregado utilizando-se outros instrumentos de pagamento como cheque e TED.

"O cidadão deve ficar atento no caso do TED como Pix se o comprovante se refere a um agendamento ou a uma operação já realizada. Outra forma de se prevenir é checar na conta se os recursos foram creditados. Todas as transações com o Pix, quando não agendadas para uma data futura, são liquidadas imediatamente", explica o BC.

Já a Federação Brasileira de Bancos (Febraban) afirma não ter relatos de fraudes envolvendo o Pix agendado.

"A Febraban recomenda que se o cliente optar em receber por pagamentos com agendamentos futuros, como podem ocorrer com Pix, TEDs e DOCs, os produtos e serviços contratados sejam realizados ou entregues após a confirmação do crédito na conta", informa em nota.

Como acontece o golpe

Começa assim:

Falsário compra produto ou serviço, que pode ser até um lanche no "podrão" da esquina ou uma reserva em pousada

Pagamento

Na hora quitar seu débito o golpista diz que fará via Pix, que é imediato

Transferência

No entanto, agenda o pagamento para horas ou dias depois, e cancela

Comprovante

Enviado por aplicativo de mensagem, o recibo é alterado com app de edição de imagens

Como me proteger?

1 - Caso precise receber o Pix de uma pessoa desconhecida, envie uma chave aleatória. Use seu CPF ou dados pessoais apenas para pessoas que conhece.

2 - O agendamento não garante o pagamento, portanto, só entregue a mercadoria após o efetivo crédito em conta.

3 - O Pix agendado pode aparecer no extrato bancário como lançamento futuro, mas isso não é pagamento.

4 - Consulte o extrato bancário para confirmar o pagamento do Pix.

5 - Verifique no comprovante: Número de ID ou transação, valor da transação, data e hora, descrição da transação, informações do destinatário, informações do pagador

6 - Desconfie de todos os links compartilhados via troca de mensagem e redes sociais, inclusive de recibo de pagamento ou agendamento.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários