FSB: 95% dos brasileiros sentiram inflação subindo nos últimos meses
Reprodução: ACidade ON
FSB: 95% dos brasileiros sentiram inflação subindo nos últimos meses

Para 85% dos brasileiros, a inflação "subiu muito" nos últimos três meses, outros 10% dizem que os preços "subiram um pouco", totalizando 95% dos entrevistados, segundo a mais recente  pesquisa eleitoral FSB/BTG divulgada nesta segunda-feira (30).  Além disso, sete em cada dez eleitores crê que os preços continuarão subindo nos próximos meses. 

Entre no  canal do Brasil Econômico no Telegram e fique por dentro de todas as notícias do dia. Siga também o  perfil geral do Portal iG 

A pesquisa perguntou ainda se a população acredita que as medidas adotadas pelo governo para conter a inflação são eficazes. Para 77% o governo lida com a inflação com "pouca eficiência".

“A escalada da inflação, mas principalmente a expectativa da maioria do eleitorado de que os preços continuarão subindo nos próximos três meses tem sido um limitador para os planos de reeleição de Bolsonaro”, afirmou à Veja Marcelo Tokarski, sócio-diretor do instituto FSB Pesquisa.

A pesquisa BTG/FSB ouviu 2.00 eleitores entre os dias 27 e 29 de março por telefone. A margem de erro é de dois pontos percentuais, com intervalo de confiança de 95%.

O IPCA-15, considerado a prévia da inflação oficial, desacelerou na passagem de abril para maio. O índice registrou alta de 0,59% ante taxa de 1,06% no indicador fechado do mês. Ainda assim, indica preços pressionados, já que é a maior taxa para o mês desde 2016. Com o resultado, o IPCA-15 acumula alta de 4,93% no ano. Em 12 meses, chegou a 12,2%.

A pesquisa também mostra o cenário para presidência da República. O candidato do Partido dos Trabalhadores (PT), Luiz Inácio Lula da Silva, aparece com 46% das intenções de voto no primeiro turno, à frente de  Jair Bolsonaro (PL), com 32%.

Com base na última pesquisa divulgada pelo FSB/BTG, Lula cresceu 5 pontos percentuais, enquanto Bolsonaro sem manteve com os mesmos 32%.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários