Pesquisa mostra justificativas para mau desempenho de Bolsonaro nas pesquisas
Reprodução
Pesquisa mostra justificativas para mau desempenho de Bolsonaro nas pesquisas

Mais da metade (53%) dos brasileiros afirmam que a situação econômica está tendo "muita influência" na sua decisão de voto para as eleições deste ano, revela a última pesquisa Datafolha, divulgada neste domingo (29) pelo jornal Folha de S. Paulo.

Além dos 53%, outros 24% afirmam que a questão econômica tem "um pouco de influência" na escolha de voto, totalizando 77% que consideram o assunto relevante. 21% não veem influência alguma.

O Datafolha também mostra que subiu de 46% (dado de março) para 52% (dado da última pesquisa) o percentual de eleitores que consideram que a situação econômica pessoal piorou nos últimos meses.

Entre no  canal do Brasil Econômico no Telegram e fique por dentro de todas as notícias do dia. Siga também o  perfil geral do Portal iG.

A piora na percepção da condição pessoal atrelada à grande importância que os eleitores dão para a economia podem explicar o fraco desempenho de Jair Bolsonaro nas pesquisas eleitorais.

Se as eleições fossem hoje, o ex-presidente Lula venceria a disputa no primeiro turno com 54% dos votos válidos, contra 30% de Bolsonaro, também de acordo com o Datafolha.

Em abril, a  inflação brasileira subiu 1,06%, pior resultado para o mês de abril desde 1996. Em 12 meses, o índice acumula alta de 12,13%. Se a inflação aumentar ainda mais, 32% dos eleitores de Bolsonaro dizem que podem mudar seu voto, contra 23% de Lula.

A pesquisa Datafolha ouviu 2.556 pessoas acima de 16 anos entre os dias 25 e 26 de maio. O estudo tem margem de erro de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários