Se vencedor do BBB aplicar dinheiro em renda fixa, ele poderá obter 1% a mais na conta todos os meses
Felipe Moreno
Se vencedor do BBB aplicar dinheiro em renda fixa, ele poderá obter 1% a mais na conta todos os meses

Nesta terça-feira (26) o Brasil vai conhecer o mais novo vencedor do Big Brother Brasil (BBB), com a disputa entre Arthur Aguiar, Paulo André Camilo e Douglas Silva. Em disputa, o prêmio de R$ 1,5 milhão, que pode ser usado para pagar pendências financeiras ou, até mesmo, investir.

Segundo especialistas, o vencedor deverá colocar suas finanças em dia antes de qualquer decisão sobre o dinheiro. Outro ponto que merece atenção, é a análise de patrimônio, para saber qual o valor a investir.

“Um ponto imprescindível é separar parte do dinheiro para um fundo de emergência antes de começar a investir. Isso serve para imprevistos e evita que a pessoa não precise tirar dinheiro do aporte. Basta usar a reserva. Depois disso é preciso fazer um planejamento com apoio de um assessor de investimentos. Somente esse profissional está preparado para apontar os melhores caminhos para fazer o dinheiro render mais”, afirma Paulo Saad, sócio da empresa de investimentos WFlow.

O especialista ainda alerta para escolha do perfil do investidor. Se o valor for depositado em uma única forma de investimento, o vencedor poderá ter prejuízos nos próximos meses.

"O conservador não gosta de correr riscos. Já o moderado aceita correr um pouco mais de risco, porém é calculado e visa um retorno maior. O arrojado busca fazer aportes no alto nível com a intenção de ter ganhos altos, mesmo que seja a longo prazo", disse.

Com a Selic próxima dos 13%, investimentos em renda fixa, ou seja, mais conservador, beneficia o investidor. A rentabilidade poderá atingir 1% ao mês.

Leia Também

Entre no  canal do Brasil Econômico no Telegram e fique por dentro de todas as notícias do dia

Já aqueles que preferem ser mais arrojados nas decisões, podem procurar ações em bolsa de valores ou fundos de investimentos. Nesses casos, a variação é maior, visto que depende da movimentação do mercado financeiro.

Com a instabilidade do mercado, o especialista orienta diversificar os investimentos.

"Ao invés disso, invista em diferentes tipos de ativos, tanto de renda fixa quanto de renda variável. Os Fundos de Investimento Imobiliário (FIIs) também são uma boa opção para investir, porque os dividendos ocorrem de forma mensal. Sendo assim, eles podem ser uma boa opção para viver de renda ao investir R$ 1,5 milhão com a vantagem de que os dividendos são isentos de imposto", explica Saad.

Outras opções são os títulos públicos de dívida emitidos pelo Governo Federal, com uma forma de arrecadar dinheiro para os cofres públicos. A vantagem disso é o risco ser bem pequeno, já que você tem a garantia do governo. Os títulos públicos também podem trazer um bom retorno, até porque, no momento a taxa básica de juros está em 11,75%.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários