Aplicativo do FGTS tem instabilidade em dia de saque emergencial
Redação 1Bilhão Educação Financeira
Aplicativo do FGTS tem instabilidade em dia de saque emergencial

O primeiro lote do Saque Extraordinário do FGTS começa a ser depositado nesta quarta-feira (20) para 3,9 milhões de trabalhadores nascidos em janeiro. Mas, desde as primeiras horas do dia, os trabalhadores interessados em consultar o saldo através do aplicativo do FGTS já começaram a enfrentar dificuldades para acessar o sistema da Caixa.

Tanto o aplicativo quanto o site do serviço apresentam instabilidade, demoram a carregar o sistema, ou direcionam os usuários para uma "sala de espera virtual", com um horário previsto de atendimento. Nas redes sociais, foram diversas publicações de trabalhadores relatando lentidão nas plataformas.

Entre no  canal do Brasil Econômico no Telegram e fique por dentro de todas as notícias do dia 

Já o aplicativo Caixa Tem — que concentra as contas bancárias abertas em nome dos trabalhadores que receberão o dinheiro — está operando com alguma lentidão.

"Senti total instabilidade. O aplicativo caiu umas três vezes, e o site também. Eu finalizava o pedido e de repente a tela sumia. É um processo bem demorado, foi muito desagradável. É um processo que deveria ser muito simples", reclama a designer gráfica Fernanda Oliveira, de 27 anos.

Ainda na noite de terça-feira (19), véspera do saque, já havia relatos em redes sociais sobre a instabilidade no sistema.

Em nota, a Caixa Econômica informou, ainda na noite de terça, "que os aplicativos Caixa Tem e FGTS estão funcionando normalmente".

Como vai funcionar?

O valor a ser liberado vai depender do saldo que cada pessoa possui no FGTS, considerando a soma dos valores disponíveis de todas as suas contas do FGTS. Os trabalhadores terão o recurso creditado automaticamente em uma conta criada no aplicativo Caixa Tem, e depois poderão movimentar no aplicativo ou transferir os recursos para outro banco. A Caixa informou que, embora o aplicativo do FGTS ofereça a opção de cadastrar uma conta bancária de outra instituição financeira, essas informações não serão consideradas para o depósito do Saque Extraordinário, e que o depósito será feito exclusivamente na conta do Caixa Tem.

Anteriormente, a Caixa informou que trabalhadores que contrataram empréstimos para antecipação do saque-aniversário estariam com a conta vinculada do FGTS bloqueada, e por isso não poderiam efetuar o saque extraordinário de até R$ 1 mil. O bloqueio, no entanto, vale apenas para o valor e os juros correspondentes ao saque-aniversário:

"Se houver um valor total que, tirando o valor (da garantia) do saque aniversário, não há saldo na conta, então não pode fazer o saque. O grande ponto é que o saque (extraordinário) é de até R$ 1 mil. Se você tiver, por exemplo, R$ 400 na conta e não tiver feito nenhum tipo de crédito com garantia, você pode pegar os R$ 400; se você tiver R$ 3 mil, poderá pegar R$ 1 mil; e se você tiver os mesmos R$ 3 mil, mas R$ 2,5 mil como garantia desse crédito (saque aniversário), poderá tirar R$ 500", afirmou o presidente da Caixa, Pedro Guimarães, durante uma transmissão ao vivo nesta terça.

Como conferir o saldo

A consulta ao saldo pode ser feita ainda pessoalmente, no balcão de atendimento de agências da Caixa, no site da Caixa ou pelo aplicativo do FGTS, que pode ser baixado gratuitamente no celular pela Apple Store ou Play Store.

Na página da Caixa Econômica na internet é preciso informar o NIS (PIS/Pasep), que pode ser consultado na carteira de trabalho ou em algum extrato antigo que o trabalhador tenha, e usar uma senha cadastrada pelo próprio trabalhador. É possível usar ainda a Senha Cidadão. A página oferece a opção de recuperar a senha, mas é preciso informar o NIS.

Quem tem o SMS cadastrado vai receber o valor do saque por mensagem no celular. A adesão é simples: basta acessar a página da Caixa na internet (https://www.caixa.gov.br/), selecionar a opção FGTS, Entrar, "Mensagem via Celular", informar o número do NIS ou PIS/Pasep e clicar no botão Cadastrar Senha. Pronto! Seu acesso já está liberado. Basta agora selecionar Serviços no Celular.

Leia Também

O acompanhamento online das informações do FGTS permite ao trabalhador a gestão da regularidade dos depósitos em sua conta vinculada.

Outra forma de receber o extrato do FGTS é em casa a cada dois meses. O trabalhador deverá informar seu endereço completo na página da Caixa, em uma agência bancária ou pelo telefone 0800 726 01 01.

Veja o passo a passo para se acessar o Caixa Tem

  • Baixe o app
  • Para isso, é só acessar a Google Play Store ou a Apple Store e baixar o app Caixa Tem. Neste momento o acesso é exclusivo aos clientes que já possuem a conta poupança social ou poupança digital+ no Caixa Tem.
  • Acesse
  • O acesso é feito com o seu CPF e uma senha numérica que você irá cadastrar na primeira vez que usar o app.
  • Confirme o seu celular
  • No seu primeiro acesso, você irá receber um código em uma mensagem SMS para confirmar sua identificação no aplicativo. Basta informar o número do seu telefone e depois digitar o código recebido dentro do app.
  • Serviços
  • Depois de acessar, é só clicar no serviço que você deseja. Para acessar o saldo, o usuário terá que pedir um novo código via SMS. É possível transferir o dinheiro, fazer pagamentos de boletos ou contas.

Saiba o que fazer em caso de problemas no acesso:

Já houve casos em que terceiros conseguiram acessar o aplicativo Caixa Tem, cadastrando e-mail, CPF e senha em nome dos verdadeiros beneficiados. Se o acesso está bloqueado é preciso procurar uma agência da Caixa.

Informei o CPF na tela inicial e aparece a mensagem “Verifique sua solicitação”, direcionando para consultar meu Auxílio Brasil/FGTS. O que devo fazer?

Nesse caso, é necessário consultar a situação do seu benefício nos aplicativos ou sites indicados na página inicial. A situação “Aprovado” no site deve indicar o uso do Caixa Tem para que você consiga acessar. É importante verificar também a data em que o crédito vai estar disponível no Caixa Tem para movimentação.

Coloco o CPF para acessar o app Caixa Tem e quando clico em “Entrar” aparece a mensagem para procurar uma agência da Caixa. O que devo fazer?

Isso acontece quando são identificados problemas no cadastro realizado para acesso ao Caixa Tem. Para resolver, é necessário dirigir-se uma agência da Caixa com seu documento de identificação e pedir a regularização do cadastro.

Quando tento acessar o aplicativo, é apresentada uma mensagem de que há muitos CPFs cadastrados no meu celular. O que isso significa?

Isso acontece quando mais de uma pessoa usou o mesmo celular para acessar a conta no Caixa Tem. Por questões de segurança, há limite de quantidade de pessoas usando o mesmo celular. Nesse caso, é preciso pedir, em uma agência da Caixa, a exclusão dos CPF que não precisam acessar o Caixa Tem a partir do aparelho celular que você usa. Lembre-se sempre de levar um documento de identificação pessoal e os números dos CPF que deverão ser excluídos.

​Quando tento acessar é apresentada mensagem de que o CPF está cadastrado em muitos celulares. O que devo fazer?

Essa mensagem significa que o CPF acessou o app Caixa Tem em mais de um celular. Por questões de segurança, uma mesma pessoa (CPF) não pode acessar a conta em diversos celulares, por isso há limite de quantidade de celulares que podem ser utilizados por um mesmo usuário. Nesse caso, é preciso ir a uma agência da Caixa, informar que recebeu essa mensagem e pedir a exclusão dos celulares que você não mais usará para acessar o Caixa Tem. Lembre-se sempre de levar um documento de identificação pessoal.

Estou tentando liberar o acesso e o código nunca é enviado ao meu telefone. O que devo fazer?

É preciso verificar se o número do telefone informado no momento do cadastro está correto. Para resolver, é só pedir a alteração do telefone no cadastro em uma agência da Caixa.

O aplicativo apresenta mensagem de que "Não foi possível carregar a lista de perguntas". O que significa?

Essa mensagem aparece durante a tentativa de liberar acesso. Quando são identificados problemas no cadastro, é necessário autorizar o dispositivo em uma agência da Caixa. Leve seu documento de identificação para que possa ser atendido.

​Enviei meus documentos e o acesso não foi liberado. O que devo fazer?

O prazo médio para liberar o acesso ao Caixa Tem é de até 48 horas. Se ainda não conseguiu acessar, vá a uma agência da Caixa com seu documento de identificação e peça para autorizar o dispositivo.

O aplicativo não atende aos comandos ao clicar nas opções de “mostrar saldo”, “pagar na maquininha”, “cartão de débito virtual”; além de apresentar a mensagem "Transação negada para esta conta". O que devo fazer?
Para resolver, é necessário comparecer a uma agência da Caixa para identificar o motivo do impedimento e solicitar a regularização. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários