Vladimir Putin e Joe Biden se cumprimentam durante encontro em Genebra
Reprodução/CNN Brasil 16.jun.2021
Vladimir Putin e Joe Biden se cumprimentam durante encontro em Genebra

O Congresso dos Estados Unidos aprovou nesta quinta-feira (7) a proibição de importação de energia - petróleo, gás e carvão - da Rússia, após suspender o status comercial de nação mais favorecida por causa da guerra na Ucrânia.

Depois de aprovação unânime do Senado, o projeto de lei foi aceito na Câmara por 413 votos favorável e nove contrários. Agora, o texto será encaminhado para o presidente americano, Joe Biden, assinar.

Entre no  canal do Brasil Econômico no Telegram e fique por dentro de todas as notícias do dia 

"Hoje, o Congresso tomou medidas fortes para responsabilizar a Rússia por sua guerra não provocada e premeditada contra a Ucrânia", escreveu a presidente da Câmara, Nancy Pelosi, no Twitter.

Segundo a democrata, "ao votar novamente para proibir a importação de petróleo russo e suspender as relações comerciais normais, a Câmara está enviando à mesa do presidente ação adicional para isolar a Rússia".

Mais cedo, o Congresso americano revogou a cláusula de nação mais favorecida da Rússia, efetivamente colocando fim às relações comerciais normais e abrindo pesadas tarifas sobre os produtos russos.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários